<
>

Mourinho tem 'recusado ofertas' desde que saiu do United e deve voltar a trabalhar em junho

play
Ronaldinho 'simula' e Messi 'usa muito a esquerda': Relembre como Mourinho analisou o Barcelona há 13 anos (3:17)

Em 2006, o Chelsea de José Mourinho encarou o Barcelona nas oitavas de final e foi eliminado (3:17)

O português José Mourinho disse recentemente que recusou “três ou quatro ofertas” desde sua saída conturbada do Manchester United, em dezembro. O ‘Special One’ disse, também, que não vai ficar desempregado por muito tempo.

Depois de vencer a Copa da Liga Inglesa, a Supercopa da Inglaterra e a Liga Europa nas duas temporadas e meia que ficou em Old Trafford, o português foi sacado do cargo após o péssimo começo de temporada do United. O escolhido para substituí-lo foi o interino Ole Gunnar Solskjaer.

“Estou fora de ação há dois meses e já me sinto pronto para o próximo desafio”, Mourinho disse para a BeIN Sports France. “Eu sei exatamente o que eu não quero, por isso recusei três ou quatro ofertas. Eu sei também o que eu quero, não o nome do clube, mas o tipo do trabalho. Eu quero começar a trabalhar em junho, pronto para a pré-temporada."

O treinador de 56 anos foi alvo de sondagens de clubes nos quais já trabalhou, como Benfica, Real Madrid e Inter de Milão. Ele até chegou a ser bastante cotado para assumir o atual tricampeão da Champions League após a demissão de Santiago Solari, mas os galácticos do Real Madrid acabaram fechando com Zinédine Zidane – uma ação que Mourinho julgou como “perfeita”.

No entanto, o português insistiu que não está sendo exigente quando se trata do seu próximo clube, mas que está atrás de um projeto vencedor.

“Não importa onde eu vá, eu quero ir para algum lugar onde eu possa vencer”, disse. “Qual o sentido de ter uma filosofia de jogo sem uma mentalidade vencedora? Meu melhor título será sempre o próximo.”

Mourinho disse, também, que a pressão nos treinadores, hoje em dia, é muito maior do que no passado, e que os clubes esquecem o que já foi conquistado por conta de algumas partidas ruins.

“Eu realmente acho difícil que um treinador fique em um clube por dez anos”, comentou. “Jogadores vêm e vão, a pressão é imensa para o técnico. Você tem uma boa temporada, a próxima pode não ser das melhores ... Existe muita pressão, uma vontade de mudança. Com as regras hoje do jeito que estão, técnicos não duram muito tempo [em apenas um clube]."

Mourinho também falou sobre o astro da seleção francesa e do PSG, Kylian Mbappé, e afirmou que o jovem de 20 anos seria o jogador mais caro da história se fosse vendido.

“Um jogador como ele [Mbappé] ... quando falamos do futuro, não precisamos dizer que ele vai ser melhor daqui cinco ou dez anos,” ele disse. “Temos que ver o presente, e ele é incrível.”

“No mercado, você tem Cristiano e Messi, que têm mais de 30. Neymar tem 27 ... a idade importa, e eu acho que ele [Mbappé] seria o jogador mais lucrativo do mundo. Se houver uma possível transferência, ele será o mais caro a história, com certeza.”