<
>

Seleção brasileira pode ter base de talentos na Copa do Mundo de 2022 vinda do futebol português

play
'Seja a família como for, o importante é ver amor'; a emocionante campanha do Benfica para o plano de sócio torcedor (1:02)

Clube português fez questão de exaltar os mais diferentes tipos possíveis de família (1:02)

Sem conseguir concorrer com o dinheiro da Premier League, LaLiga e outros clubes ricos ao redor do mundo, o futebol de Portugal se notabiliza por colocar na vitrine grandes jogadores que os principais campeonatos da Europa depois compram por cifras mais altas.

A seleção brasileira de Tite tem vários exemplos assim e todos com idade para seguirem sendo convocados no projeto da Copa do Mundo de 2022. E a vasta maioria deles está no setor defensivo.

Convocado no lugar de Filipe Luis, Alex Telles, de 26 anos, atualmente joga no Porto e brilha pelos Dragões. O seu nome tem sido especulado em outros gigantes do cenário europeu e o lateral esquerdo terá 30 anos em 2022.

Seu companheiro de time, Éder Militão, mal chegou ao Porto e já está de saída após ser vendido por 50 milhões de euros para o Real Madrid. Com 21 anos, Militão ainda tem muito futuro pela seleção brasileira.

Danilo já jogou a Copa de 2018 e atuou no Porto de 2012 a 2015 antes de ser vendido para o Real Madrid, onde ficou dois anos antes de ir para o Manchester City. O lateral-direito tem sido figura carimbada nas convocações de Tite e tem apenas 27 anos.

Outro lateral que joga em um time grande na Europa e começou sua vida lá fora no Porto é Alex Sandro. O defensor canhoto tem 28 anos e jogou em Portugal entre 2012 e 2015 antes de ser vendido à Juventus por 26 milhões de euros.

Casemiro foi inicialmente emprestado ao time B do Real Madrid, que depois comprou o atleta em definitivo em 2013. Mas ele foi emprestado ao Porto e brilhou com a camisa do time em 2014-15, antes de regressar ao Real e se tornar homem de confiança como volante da equipe. Aos 27 anos, ele já jogou uma Copa do Mundo como titular e tem tudo para estar em 2022.

Outro jogador da seleção de Tite que brilhou em Portugal antes de ir para um gigante na Europa foi Ederson, atualmente no Manchester City. O goleiro foi para o Benfica aos 15 anos de idade, em 2009 e atuou pelo Ribeirão e Rio Ave antes de retornar aos “Encarnados” em 2015, ficando lá até 2017.