<
>

Seleção brasileira: Gabriel Jesus admite que ficou abalado com críticas e fala em 'parada' no Manchester City

play
Gabriel Jesus culpa 'grande fase' de Aguero por ser banco do City e revela abatimento após a Copa (1:13)

O atacante contou como superou o momento ruim e disse que, quando joga, sempre ajuda o Manchester City e a seleção brasileira. (1:13)

Uma das grandes disputas na seleção brasileira, que enfrenta o Panamá em amistoso neste sábado, está no comando de ataque. Gabriel Jesus já foi o titular, mas perdeu espaço para Roberto Firmino nos últimos meses. E o próprio atacante do Manchester City admite que sofreu nesta temporada.

“Já tive má fase. No pós-Copa foi um pouco mais difícil. Pensava muito na Copa. Foi o momento mais difícil como jogador. Porém, superei, normal. Trabalhei, conquistei meu espaço. Isso me abalou apenas no começo de temporada, hoje não me abala mais”, disse Jesus em entrevista coletiva nesta terça-feira.

“Hoje não pesa mais nada. Claro que no pós-Copa foi muito difícil assimilar. Minha família e amigos me ajudaram muito, conversando. Hoje vivo esse momento não por má fase minha, mas pela grande fase que o Aguero está tendo”, justificou.

Na equipe de Pep Guardiola, Gabriel Jesus tem entrado como substituto, mas não desbanca o argentino da titularidade. O ‘Kun’, como é conhecido, vem marcando muitos gols tanto na Premier League como na Champions League.

“Tive um momento muito bom na minha carreira, surgi muito rápido. Hoje dei uma parada. E é normal. Não tenho por que apressar as coisas, tenho 21 anos. Vivo sim uma fase na reserva, brigando pela titularidade. Mas vivo essa fase de reserva para o maior goleador do clube, que é o Aguero. Tive uma lesão. Agora voltando, espero recuperar, quero ajudar meu time e conquistar titulo”, disse.

Sobre seu concorrente na seleção, Jesus teve apenas elogios para declarar.

"Temos muita coisa parecida. Quando não recebemos a bola, ficamos incomodados, saímos da área. Sou muito fã do Firmino. Tem jogado muito e ajudado seu clube. Aqui na seleção, tem jogado muito. Me dou muito bem com ele, torço por ele, menos quando está jogando contra o City (risos). Sou fã, espero que faça uma bela história no Liverpool e na seleção", completou.

Neymar

Outro assunto muito comentado no Brasil é Neymar. O craque do time, lesionado, não pode ser convocado. Para Gabriel Jesus, a ausência do atleta do PSG é sentida não somente dentro das quatro linhas.

"Ele faz falta em todos os lugares, no clube ou na seleção. É o principal jogador brasileiro hoje. Sou fã. Faz muita falta, dentro e fora de campo. Espalha alegria por onde passa. E dentro de campo faz muita falta também", comentou.