<
>

Bayern de Munique diz que Mundial de Clubes 'não faz sentido' e gosta de proposta da Fifa

play
Gian Oddi não acha formato do atual Mundial de Clubes ruim, mas diz que nova proposta daria mais relevância (3:09)

Apesar da opinião, o comentarista admitiu que a competição 'não pegou' e ainda comparou Copa América com Eurocopa. (3:09)

De encontro à posição da Uefa, Karl-Heinz Rummenigge, presidente do conselho diretivo do Bayern de Munique, se mostrou favorável ao novo Mundial de Clubes, que será realizada a cada quatro anos e contará com a participação de 24 equipes. As mudanças para a competição foram anunciadas nessa sexta-feira, em Miami, pelo o presidente da Fifa, Gianni Infantino.

"O atual torneio entre clubes, a cada ano e em dezembro, não faz sentido. Entendo que a Fifa queira reformá-lo", afirmou Rummenigge ao jornal "Frankfurter Allgemeine Zeitung".

A opinião do presidente do conselho diretivo do Bayern é divergente a de vários dirigentes de clubes europeus. Nessa sexta, por exemplo, antes do anúncio oficial feito por Infantino, a Associação de Clubes Europeus (ECA) enviou uma carta à Uefa para ressaltar que nenhum dos seus 232 integrantes está disposto a participar do novo torneio.

Entretanto, mesmo se mostrando a favor às mudanças propostas pela Fifa, Rummenigge criticou o que chamou de "má política de comunicação" de Infantino e pediu um diálogo melhor entre federação internacional, Uefa e ECA.