<
>

Santos perde para o Novorizontino no Pacaembu e cai para 2º no grupo do Paulista

Depois de nove jogos, o Santos voltou a perder em 2019.

Nesta sexta-feira, o alvinegro praiano perdeu por 1 a 0 para o Novorizontino, em duelo da 11ª rodada do Campeonato Paulista.

Murilo marcou o gol do Novorizontino, aos 31 minutos de jogo.

Antes da bola rolar, a família de Coutinho, ídolo do Santos que morreu nesta semana, foi homenageada com uma placa.

Todos os jogadores do Santos entraram em campo com o rosto do ídolo e com o nome Coutinho embaixo do número da camisa.

Essa é apenas a segunda derrota do Santos no ano. A outra foi em fevereiro, para o Ituano, por 5 a 1.

Com este resultado, o Santos vai para segundo no grupo A e segue com 23 pontos, um atrás do Red Bull Brasil. Isso pode complicar o time de Sampaoli, que pode decidir a classificação fora de casa.

Na última rodada da primeira fase, o Santos pega o Botafogo-SP. O Novorizontino tem 19 pontos no grupo B, mesmo número que o Palmeiras, e enfrenta a Ferroviária na próxima partida.

O JOGO

O Santos iniciou bem o jogo e o gol parecia questão de tempo. Aos oito minutos, Rodrygo fez boa jogada e tocou para Cueva marcar. Matheus Sales, debaixo da trave, impediu.

Aos 15, foi a vez de Cueva deixar Rodrygo em boas condições. Depois de boa tabela, o camisa 11 finalizou em cima do goleiro Vagner.

Com as chances desperdiçadas, o Santos diminuiu o ritmo e o Novorizontino melhorou. O castigo veio aos 30, depois de erro de Sánchez, drible fácil de Felipe Marques em Victor Ferraz e finalização precisa de Murilo para abrir o placar.

E quem esteve mais perto de marcar novamente foi o Novorizontino. No minuto 40, Diego Pituca errou, Felipe driblou Vanderlei e quis cavar o pênalti. A arbitragem não foi na dele.

DECEPÇÃO

O cenário da segunda metade do primeiro tempo se manteve na etapa final. O Santos sem criatividade diante de um Novorizontino concentrado e bem estruturado defensivamente.

Como o Santos só chegava por cruzamentos, o técnico Jorge Sampaoli mudou o jeito de jogar e colocou três atacantes bons pelo alto: Felippe Cardoso, Copete e Eduardo Sasha. Não funcionou.

Nos contra-ataques, o Novorizontino foi quem mais esteve perto de marcar e teve três chances com Felipe. A única oportunidade dos donos da casa veio em cabeceio de Felipe, aos 45.

O Santos decepcionou os pouco mais de 10 mil presentes no Pacaembu, foi derrotado e ultrapassado pelo Red Bull Brasil na liderança do Grupo A e também na classificação geral do Paulistão.

FICHA TÉCNICA:
Santos 0 x 1 Novorizontino

Data: 15 de março de 2019
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Horário: 20h30 (de Brasília)
Arbitragem: Salim Fende Chavez
Assistentes: Neuza Ines Back e Evandro de Melo Lima
Público e renda: 10.079/R$ 215.767,00
Cartões amarelos: Novorizontino: Adilson Goiano, Jean Patrick e Matheus Sales. Santos: Diego Pituca
GOL: Novorizontino: Murilo, aos 30 minutos do 1T.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, Aguilar e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Cueva (Felippe Cardoso); Soteldo (Copete), Rodrygo (Eduardo Sasha) e Jean Mota. Técnico: Jorge Sampaoli

NOVORIZONTINO: Vagner, Lucas Ramon (Dudu Vieira), Everton Sena, Edson Silva e Paulinho; Adilson Goiano, Matheus Sales, Jean Patrick (Danielzinho) e Murilo Henrique (Carlinhos); Cléo Silva e Felipe Marques. Técnico: Roberto Fonseca