<
>

Alexandre Mattos reclama de cobrança no Palmeiras: 'Exagerada'

play
Dudu na seleção? Coordenador Edu explica situação do atacante do Palmeiras (0:31)

Jogador não foi convocado para amistosos da seleção (0:31)

Diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos abordou a cobrança “exagerada” existente que envolve o clube. Nesta quinta-feira, o dirigente enfatizou que o time deve ser protagonista em todas as competições que disputa, não necessariamente estando sempre com o status de favorito.

“A cobrança é exagerada em todos os sentidos. Se o Palmeiras não ganhar dando espetáculo, tem crítica. Se o Palmeiras perder, é a segunda guerra mundial lá dentro. Se ganhar dando espetáculo, é obrigação. Os outros clubes investem também, não somos favoritos a tudo. O Palmeiras deve ser um dos protagonistas, isso a gente exige”, afirmou ao SporTV.

Na entrevista, Alexandre Mattos também detalhou a negociação feita por Ricardo Goulart, entrando nos pormenores do acordo realizado com o ex-jogador de Goiás e Cruzeiro.

“No final do ano passado, ele trocou de empresário, que disse que o Ricardo fez uma operação e queria voltar. Aí eu falei com o Ricardo para ele ficar no Palmeiras. Quando o Felipão chegou, falei com ele, disse que já tinha arrumado a logística, e ele disse que não teria problema nenhum. Claro que o Felipão disse que ele interessava (ao Palmeiras)”, revelou, antes de completar.

“Você tem que ir lá, convencer o chinês a te emprestar de graça, convencer o chinês a pagar uma parte considerável do contrato, você tem que convencer o empresário do Ricardo e o Ricardo receber menos. A vontade do Palmeiras e a estrutura do Palmeiras foram determinantes”, finalizou.

No Estádio do Pacaembu, neste sábado, o Palmeiras tem pela frente a disputa do Choque-Rei, clássico contra o São Paulo, às 16h30 (horário de Brasília). O confronto será válido pelo Campeonato Paulista.