<
>

Vilão do Liverpool na final da Champions segue falhando, e até técnico admite: se tivesse reserva, escalaria

Marcado pelos erros com o Liverpool na final da última Uefa Champions League, Loris Karius segue em baixa. Depois de falhar novamente com a camisa do Besiktas, no fim de semana, o goleiro foi criticado pelo próprio treinador, Senol Gunes.

“Karius foi culpado pelos gols que sofreu. Ele está estagnado, algo não está certo com sua movimentação, entusiasmo e motivação pelo jogo”, afirmou o treinador.

"Tem sido assim desde o começo. Ele não se sente realmente parte da equipe, é algo que não conseguimos resolver e, claro, sou parcialmente culpado por isso”, completou.

"Alguma coisa está errada, também teve azar, lógico. Ele é talentoso, mas não deu certo e nós temos um problema. Deixe-me colocar desta forma, se eu ainda tivesse o Tolga, eu iria jogar com ele", encerrou.

Na partida entre Besikitas e Konyaspor, o alemão falhou feio no primeiro gol do time adversário, recebendo vaias da própria torcida em todo o restante. Menos mal que o time de Istambul conseguiu reverter o resultado adverso e vencer por 3 a 2, assegurando a terceira posição no campeonato local.

O goleiro reserva do time, Tolga Zengin, de 35 anos, está suspenso até o final da temporada, por uma briga causada por ele no clássico contra o Fenerbahce em abril de 2018.

Na última temporada, o Liverpool perdeu a final da Champions para o Real Madrid, por 3 a 1, e o principal culpado acabou sendo o goleiro alemão.

Na primeira falha, Karius foi repor a bola e acabou deixando-a nos pés do francês Karim Benzema, que abriu o placar para a equipe merengue. No final da partida, o galês Gareth Bale deu um chute despretensioso de fora da área, e o alemão também aceitou.