<
>

VAR salva no fim, e Roma vence o Empoli em reestreia de Ranieri

Schick comemora gol pela Roma Getty Images

De volta à Roma, o técnico Claudio Ranieri estreou de maneira bem-sucedida nesta segunda-feira. Jogando no Estádio Olímpico, o time da capital derrotou o Empoli por 2 a 1, com gols de Stephan El Shaarawy e Patrik Schick, em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Italiano.

O resultado, além de amenizar uma crise instaurada após a derrota para a arquirrival Lazio e a eliminação diante do Porto na Liga dos Campeões na semana passada, mantém a Roma firme na briga por uma vaga na próxima edição da competição europeia, no quinto lugar do torneio nacional, com 47 pontos, apenas três a menos que a Inter de Milão, quarta colocada.

Pela 28ª rodada do Campeonato Italiano, a Roma visita o Spal no próximo sábado, às 14 horas (de Brasília). Já o Empoli, que flerta com a zona de rebaixamento, recebe o Frosinone no domingo, às 11 horas.

O Jogo – Com um lindo gol, a Roma precisou de apenas nove minutos para abrir o placar. Após a zaga do Empoli afastar cruzamento, El Shaarawy pegou o rebote e bateu colocado de fora da área, acertando o ângulo direito, sem chances de defesa para o goleiro Dragowski.

Dois minutos depois, em um lance de pura infelicidade do brasileiro Juan Jesus, o time visitante chegou ao empate. Após cobrança de falta na área da Roma, a bola foi desviada na primeira trave e, na tentativa de afastar o perigo, o zagueiro testou contra a própria meta.

No entanto, a Roma desempatou ainda antes do intervalo. Aos 33 minutos, o lateral Alessandro Florenzi, que recuperou a titularidade com Ranieri, cobrou falta na medida para Patrik Schick cabecear firme na entrada da pequena área, colocando o time giallorossi novamente à frente.

O segundo tempo foi muito mais monótono que o primeiro e só ganhou em emoção nos minutos finais. Aos 28, o zagueiro Christian Dell’Orco perdeu grande chance de empatar para o Empoli ao não aproveitar cruzamento perfeito e testar para fora.

A dez minutos do fim, Florenzi recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando a Roma com um a menos. Aos 43, o atacante Francesco Caputo chegou a balançar as redes e a comemorar o empate, mas o árbitro de vídeo viu toque de mão na origem da jogada, e o juiz anulou o gol, confirmando a vitória dos mandantes.