<
>

Barcelona vence Rayo Vallecano com gol de Messi em seu jogo 800 e segue líder de LaLiga

Uma marca histórica para Lionel Messi só poderia estar acompanhada de vitória. Neste sábado, o Barcelona bateu o Rayo Vallecano por 3 a 1 na partida que marcou o jogo de nº 800 da carreira do craque, no Camp Nou, pela 27ª rodada de LaLiga.

E foi de virada: Raúl de Tomás abriu o placar para os visitantes, mas Piqué, o próprio Messi e Suárez garantiram o triunfo dos donos da casa.

Com o resultado, os comandados de Ernesto Valverde chegam a 63 pontos e seguem na liderança, mantendo sete tentos de vantagem para o segundo colocado Atlético de Madrid.

A equipe de Vallecas, por outro lado, estaciona nos 23 pontos e segue na penúltima colocação, podendo até assumir a lanterna dependendo do resultado do Huesca na rodada.

800 vezes Messi

Na sua partida 800, o argentino ultrapassou Iniesta e tornou-se o segundo atleta a mais vestir a camisa azul-grená em LaLiga (443 vezes). Chegou também a 652 gols na carreira, sendo 586 pelo clube catalão.

O camisa 10 anotou seu 26º gol na competição, sendo o artilheiro não só na Espanha, mas em todas as cinco principais ligas europeias. Com a assistência para Piqué, sua 12ª, também lidera o continente no quesito.

Pior para os visitantes, que chegam à sexta derrota seguida no certame – e o 13º revés consecutivo diante do Barça.

Agora, o Barcelona volta suas atenções para a Champions League. Nesta quarta, decide vaga nas quartas de final contra o Lyon, no Camp Nou. Quatro dias depois, visita o Betis pelo Campeonato Espanhol.

No mesmo dia, o Rayo Vallecano joga fora de casa contra o Villarreal em confronto direto na luta contra o rebaixamento.

Veja todas as estatísticas dessa partida clicando aqui!

Barcelona vence de virada

O Barcelona começou dominando 70% da posse de bola, mas com dificuldades na criação. A melhor oportunidade foi desperdiçada por Philippe Coutinho, que recebeu sem marcação dentro da área e chutou muito fraco, nas mãos do goleiro.

Se os mandantes não marcaram, os visitantes aproveitaram a chance. Emprestado pelo Real Madrid, Raúl de Tomás arrancou no contra-ataque pela esquerda aos 23 minutos, deixou Piqué e Semedo para trás com cortes para o meio e chutou no cantinho de Ter Stegen, abrindo o placar.

O empate veio aos 38 minutos da primeira etapa: Messi cobrou falta na área, Piqué subiu sozinho e desviou na saída do goleiro.

Na segunda etapa, a virada veio logo aos cinco minutos. Semedo avançou pela direita, invadiu a área e driblou Jordi Amat, que o derrubou. Messi deslocou o goleiro e converteu o pênalti sem dificuldades.

Aos 36, Dembélé encontou Suárez dentro da área. O uruguaio ainda tabelou com Rakitic antes de empurrar para as redes e fechar o placar.