<
>

Thomas Muller posta vídeo irritado após ser 'aposentado' da seleção da Alemanha por Joachim Low

play
Muller é expulso com entrada violenta em argentino do Ajax, que precisa ter cabeça grampeada (0:33)

Bayern e Ajax empataram em 3 a 3 pela Champions; Tagliafico marcou um dos gols após incidente (0:33)

Na última terça-feira, o treinador da seleção da Alemanha, Joachim Löw, afirmou por meio de um comunicado oficial no site da DFB (Federação Alemã de Futebol) que Thomas Müller, Mats Hummels e Jerome Boateng não estão mais nos planos para as próximas convocações.

Chateado com a situação, Thomas Müller publicou um vídeo em seu Twitter nesta quinta-feira questionando a maneira pela qual Löw manifestou a intenção de renovar o grupo dos selecionáveis.

“É claro que fiquei surpreso com a decisão do técnico. O técnico da seleção precisa tomar decisões esportivas, não questiono isso. Mas, quanto mais penso nisso, mais fico irritado pelo modo como isso aconteceu. Não entendo a razão de ser uma decisão definitiva. Mats, Jerome e eu ainda somos capazes de jogar futebol no mais alto nível pela seleção”, lamentou o meia-atacante.

Müller tem ao todo 100 partidas pela seleção alemã, tendo marcado 38 gols desde que foi convocado pela primeira vez, em 2010.

Naquele ano, inclusive, foi artilheiro da Copa do Mundo da África do Sul e na edição seguinte, no Brasil, foi o vice da estatística.

Mesmo incomodado com o comunicado do treinador da seleção, o meia-atacante fez questão de relembrar e exaltar sua passagem pela Alemanha.

“Tivemos uma longa e, na maior parte do tempo, carreira de sucesso com a seleção e acho que não foi uma maneira elegante publicar o comunicado pré-fabricado da DFB pouco depois de sabermos sobre a decisão do treinador. Acho que isso não tem nada a ver com valorização. Eu sempre tive orgulho de vestir essa camisa, dei tudo de mim e quero agradecer pelo seu apoio. Foi uma jornada incrível.”, celebrou Müller.