<
>

Real Madrid: Tadic, do Ajax, é fã de Petkovic e brilhou nas oitavas da Champions League

Após perder o jogo de ida por 2 a 1 na em casa, o Ajax goleou o Real Madrid por 4 a 1 no Santiago Bernabéu, nesta terça-feira, e avançou às quartas de final da Uefa Champions League de forma surpreendente.

O principal nome do duelo foi Dusan Tadic, que deu duas assistências e marcou um golaço.

Nascido na antiga Iugoslávia (atualmente Sérvia), o jogador de 30 anos tinha como ídolo de infância Dejan Petkovic, meia que fez muito sucesso no Brasil em clubes como Flamengo, Vasco e Vitória.

"Ele só chamava o Pet de "Rambo", como ele é conhecido na Sérvia. Desde pequeno conhecia o Pet porque via os vídeos dele no Estrela Vermelha-SER. Eu mostrava os vídeos dele no Flamengo batendo falta, escanteio...o Tadic ficava maluco!, contou o ex-goleiro Luciano Silva, ao ESPN.com.br.

O brasileiro, que jogou com o meia no Groningen-HOL, fazia questão também de apresentar seu time do coração para o sérvio.

"Eu sou vascaíno e mostrava também muito para ele os lances do Juninho Pernambucano na internet. Ele sentava perto de mim no ônibus e íamos trocando ideia. Era um garoto muito estudioso e interessado em melhorar. Ele admirava esses craques", relatou.

Camisa 10 da Sérvia na Copa do Mundo de 2018, Tadic começou na base do Vojvodina-SER, no qual se profissionalizou e se destacou. Em 2010, foi para o Groningen-HOL.

"Ele era 'o cara' do nosso time. Quando segurava a bola ninguém conseguia tomar, tinha uma visão de jogo fora de série. Eu tinha quase certeza que ia arrebentar porque era muito bom e se dedicava muito. Ele era um meia que jogava na Holanda bem aberto como um ala. Ele tinha uma parceria com o lateral-esquerdo e fez o cara ficar rico de tanta bola boa que passava para ele (risos). Na Inglaterra passou a ser mais centralizado como meia", analisou.

Luciano lembra que o jogador atualmente do Ajax se interessava bastante pela culinária brasileira.

“A gente sempre comia em restaurantes brasileiros ou na minha casa e conversávamos muito. Eu fazia churrasco ou feijoada. Íamos bastante também aos restaurantes típicos da região dos Bálcãs”, recordou.

Após duas temporadas no Groningen, Tadic foi para o Twente-HOL antes ir ao Southampton-ING, em 2014. Durante quatro anos na Premier League, o sérvio viveu momentos de brilho, mas resolveu deixar a equipe inglesa no meio de 2018 após viver uma fase ruim e ir ao Ajax por mais de 10 milhões de libras.

Na Holanda, Tadic chegou com enorme desconfiança. Além disso, a contratação do jogador de 30 anos contrariou a política de formar ou contratar jovens jogadores.

Apesar disso, o sérvio renasceu na Holanda. Foram seis gols na atual edição da Champions League, e ajudou o Ajax a chegar às oitavas de final da competição depois de 13 anos.

"É uma pessoa sensacional. Ele se prepara, cuida da alimentação e tem uma vida regrada. Algo muito raro hoje em dia. Como atleta é um exemplo", disse Luciano.

O jogador avaliado em 18 milhões de euros (R$ 77 milhões), segundo o site Transfermarkt, é o artilheiro do Ajax na temporada, com 26 gols em 40 jogos.