<
>

Grêmio acerta venda de promessa Tetê para o Shakhtar por mais de R$ 40 milhões

play
Léo Moura alerta Grêmio após 'sufoco' do Avenida sobre o Corinthians e mira título do Brasileiro (1:38)

Lateral destacou as surpresas que acontecem na Copa do Brasil (1:38)

Sem nunca ter entrado em campo pelo time profissional do Grêmio, Tetê está de saída do clube. O atacante de 19 anos, considerado um dos grandes nomes das categorias de base, está em negociações avançadas para defender o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

De acordo com o empresário do atleta, Pablo Bueno, o Grêmio vai negociar 45% dos direitos de Tetê por 10 milhões de euros, aproximadamente R$ 42,73 milhões e ainda vai manter 15% para uma negociação futura. Segundo o agente, a negociação deve ser oficializada nesta segunda-feira.

Essa é a segunda investida do Shakhtar no atacante. Anteriormente, os ucranianos haviam oferecido valor semelhante, mas dividido pelo percentual dos direitos. Como o Grêmio detém 60%, ficaria com 6 milhões de euros. Agora, a proposta foi de 4 milhões de euros a mais apenas pela fatia gremista.

Mesmo sem ter atuado no time profissional, Tetê foi incluído no perfil de jogadores que o Shakhtar considera extraclasse. Além da qualidade técnica, o comportamento fora de campo do jogador motiva o clube a fazer o investimento. Em agosto passado, Tetê foi convocado por Tite para treinar nos Estados Unidos com a Seleção Brasileira, na fase de preparação para amistosos contra a seleção dos Estados Unidos e a de El Salvador. No início de 2019, ele também defendeu a seleção no Sul-Americano Sub-20.

A venda de Tetê não é a primeira que o Grêmio faz para o Shakhtar. Em 2010, os clubes negociaram o atacante Douglas Costa, hoje na Juventus, por 6 milhões de euros. Em 2013, foi a vez do volante Fernando, que custou 13 milhões de euros aos ucranianos.