<
>

Com Cristiano Ronaldo apagado, Dybala resolve, e Juventus vence mais uma no Italiano

Se a situação na Uefa Champions League está complicada, a vida da Juventus no Campeonato Italiano é mais tranquila e os três pontos chegam mesmo quando o cenário não parece dos melhores.

A partida da Juve contra o Bologna não foi das melhores na temporada, mas Paulo Dybala entrou no segundo tempo e aproveitou a primeira oportunidade que teve para decretar a vitória por 1 a 0.

Com a 22ª vitória em 25 rodadas, a Juventus lidera tranquila, com 69 pontos, 16 a mais que o Napoli, vice-líder que entra em campo ainda neste domingo, contra o Parma. Já o Bologna, que teve chance de um desfecho melhor na partida, segue na zona de rebaixamento, na 18ª posição, com 18 pontos.

CABEÇA NO PASSADO

O primeiro tempo da Juventus ficou muito abaixo do que foi apresentado durante toda a temporada. Seria um reflexo da derrota para o Atlético de Madrid no meio de semana?

O fato é que os donos da casa foram melhores, criando mais chances de abrir o placar enquanto Skorupski teve muito pouco trabalho, ao contrário de Perin.

Artilheiro da competição e autor de quatro gols nos três jogos anteriores pelo campeonato nacional, Cristiano Ronaldo passou quase despercebido na primeira metade do jogo, sendo de Bernardeschi a única grande oportunidade da Velha Senhora.

A tarde infeliz acabou com uma sequência impressionante de CR7, que buscava o 10º jogo seguido como visitante no Italiano balançando as redes. Ele igualaria um recorde de Giuseppe Signori, sendo o primeiro a conseguir isso em uma mesma temporada.

MUDOU E MUDOU

Alex Sandro, logo aos oito, impediu que o cenário ficasse ainda mais feio para a Juventus. Santander finalizou após a bola sobrar em cobrança de escanteio. Um desvio no meio do caminho deixou a chance nos pés de Mbaye, que não conseguiu marcar.

Cinco minutos depois, Massimiliano Allegri resolveu mexer no time e tirou o brasileiro para colocar Dybala, colocando o time da Juventus com uma postura um pouco mais ofensiva.

A substituição se mostrou acertada logo aos 21, quando Matuidi cruzou pela esquerda, Helander errou na tentativa de cortar e deixou a bola nos pés do argentino, que mandou para a rede.

O Bologna sentiu o gol sofrido e passou a errar mais. O maior susto na busca saiu apenas nos acréscimos, com a bola acertando a trave de Perin no chute de Sansone. A pressão seguiria perto da área da Juventus por mais alguns instantes, até que Skorupski quase aceitou um chute de Cristiano Ronaldo no último contra-ataque da partida.

SEQUÊNCIA

As duas equipes terão a semana completa para treinamentos, voltando a jogar apenas no próximo domingo, mais uma vez pela Série A.

Às 11 horas (de Brasília), o Bologna viaja para encarar a Udinese. Mais tarde, às 16h30, a Juventus encarar o Napoli, também fora de casa.