<
>

Libertad vence Atlético Nacional e se aproxima do grupo do Grêmio

Óscar Cardozo comemora ao marcar pelo Libertad diante do Atlético Nacional Getty Images

O Libertad está a um passo de chegar à fase de grupos da Copa Libertadores da América. Na noite desta quinta-feira, a equipe paraguaia recebeu e venceu o Atlético Nacional, da Colômbia, por 1 a 0 pelo jogo de ida do confronto da terceira fase prévia da Copa Libertadores. O único gol da partida foi anotado pelo atacante Óscar Cardoso no segundo tempo.

Com a vitória no primeiro jogo, o Libertad vai à Colômbia buscar um empate para se classificar. A equipe colombiana, treinada pelo brasileiro Paulo Autuori, precisa vencer por 1 a 0 para levar a disputa para os pênaltis. Caso o Libertad marque gol, o Atlético Nacional terá de vencer por dois gols de diferença. O jogo de ida será

O vencedor do confronto entre Libertad e Atlético Nacional será adversário do Grêmio no grupo H da Libertadores. A equipe fará parte do Grupo H da competição, que também conta com Universidad Católica, do Chile, e Rosario Central, da Argentina.

O jogo

A partida em Assunção começou com pouca criatividade e com os times apostando no jogo aéreo. O Libertad chegou com perigo pela primeira vez aos dez minutos, quando Barreiro recebeu de Óscar Cardozo, cruzou pela esquerda e encontrou Adrián Martínez, que cabeceou para a defesa do goleiro Cuadrado.

Em busca de um gol fora de casa, que lhe daria ao menos a vantagem do empate no jogo de volta, o Atlético Nacional dominava a posse de bola, mas pouco conseguia criar. A equipe de Paulo Autuori também apostava nos cruzamentos e levou perigo aos 34 minutos, quando Duarte recebeu cruzamento rasteiro de Machado pela esquerda e finalizou de primeira para grande defesa do ex-vascaíno Martín Silva.

Aos 38 minutos, o time colombiano criou a melhor chance da primeira etapa. Após lançamento de Ducumi, Omar Duarte finalizou de primeira e acertou o travessão de Martín Silva. Por questão de centímetros, a partida foi para o intervalo empatada sem gols.

O Libertad voltou do intervalo disposto a atacar mais do que no primeiro tempo e precisou de 11 minutos para abrir o placar. Paulo da Silva cruzou na área e encontrou Óscar Cardozo. O veterano atacante, com grande passagem pelo Benfica, de Portugal, se livrou da marcação e cabeceou para marcar o primeiro gol do jogo.

Em desvantagem, o Atlético Nacional partiu para o ataque e chegou muito perto do gol de empate aos 27 minutos. Martín Silva errou ao tentar sair jogando e perdeu a bola para Duarte na pequena área. O atacante, no entanto, finalizou na trave e perdeu a chance de ouro de empatar.

O Libertad devolveu o favor pouco depois. Aos 32 minutos, após falha do goleiro Cuadrado, Adrián Martínez recebeu na pequena área e, sem goleiro, finalizou por cima do gol. Já aos 36, o zagueiro Paulo da Silva desviou de cabeça após cobrança de falta de Recalde, mas Cuadrado defendeu.

Buscando o gol de empate e a vantagem de marcar um gol fora de casa, o Atlético Nacional atacou como pôde nos momentos finais do jogo. Aos 41 minutos, Aldo Ramírez recebeu cruzamento na entrada da área e finalizou de primeiro, mas mandou a bola por cima. Mesmo terminando a partida com 66% de posse de bola, os visitantes saíram de campo com a derrota por 1 a 0.