<
>

Por que Manchester United x Liverpool é a maior rivalidade do futebol inglês

Manchester United e Liverpool fazem o clássico da Premier League neste domingo, às 10h50 (Brasília), com transmissão ao vivo e exclusiva da ESPN Brasil e WatchESPN.

O Liverpool busca assegurar a liderança do campeonato, já que está empatado na ponta com o Manchester City com 65 pontos, mas um jogo a menos. Já o United não tem praticamente chances de título, com 51 pontos em quarto.

Mas o United tem motivação de sobra para vencer o adversário deste domingo. E isso se explica pelo fato dos dois times formarem a maior rivalidade da Inglaterra.

Veja abaixo os motivos que fazem dessa a maior rivalidade do futebol inglês.

Uma briga industrial

Desde antes das glórias dos clubes, Liverpool e Manchester são cidades rivais. No século 18, Liverpool era referência de porto marítimo no Reino Unido.

No século 19, a construção do canal de Manchester criou ira nos políticos de Liverpool, que viram a cidade deixar de ser referência única no ramo e passou a ter competição.

Liverpool e Manchester são separadas por apenas cerca de 60km. Apesar de ambas brigaram pela influência regional, as duas são importantes para a economia do Reino Unido.

Maiores campeões da Inglaterra

O clássico é simplesmente o que tem os dois maiores campeões da história do Campeonato Inglês. São 20 títulos para o United e 18 para o Liverpool.

Curiosamente, os Reds foram durante muito tempo o maior campeão. Em 1990, quando ganhou seu último título nacional, o Liverpool via seu rival ter apenas 7 taças. Porém, desde então o time da terra dos Beatles não conseguiu ser campeão da Premier League. E viu os Red Devils ganharem mais 13.

Reis da Europa

Se o United passou o Liverpool em títulos do Inglês, na Europa os Reds seguem soberanos à frente de seus rivais com cinco títulos contra três.

E se o Liverpool ficou sem ganhar títulos da Premier League por quase 30 décadas, na Champions o time foi protagonista em vários anos, ainda assim, chegando nas finais de 2007 e 2018 e sendo campeão em 2005.

Domínio de duas décadas cada

De 1972 a 1992, o Liverpool dominou a Inglaterra. Foram 11 títulos nacionais e quatro da Champions. Do outro lado, o Manchester United amargou um período de seca de títulos relevantes, sem ganhar nenhum Inglês nas décadas de 70 e 80.

No final da década de 80, com a chegada de Alex Ferguson, o United começou a sua remontada e a partir de 1992, com Beckham, Scholes, Giggs e cia, voltou a ganhar títulos e dominou as décadas de 90 e 2000, enquanto os rivais amargaram anos de seca.

Sem ‘vira-casaca’

A rivalidade é tanta que nenhum jogador desde Phil Chisnall em 1964 se transferiu de um time para o outro.

São 55 anos sem um atleta deixando o United para jogar no Liverpool ou vice-versa. Porém, houve casos nesse meio tempo que atuaram por ambos os clubes, mas não em sequência.

Paul Ince atuou pelo United entre 1989 e 1995, foi para a Inter de Milão, e em 1997 assinou com o Liverpool.

Michael Owen nasceu no Liverpool e jogou lá entre 1996 e 2004, se tornando ídolo de uma era sem tantas glórias do clube. Cinco anos mais tarde, já em fim de carreira, Owen assinou com o United e passou três anos lá, mas sem sucesso.