<
>

City com 99% chances e Juventus em situação delicada: veja probabilidades de cada time na Champions

play
Xingamentos, vaias e provocações: a volta de Cristiano Ronaldo a Madri (1:02)

Astro saiu de campo com a derrota por 2 a 0 diante do Atlético pela Juventus (1:02)

Depois de virar na Alemanha e vencer o Schalke 04 por 3 a 2 nesta quarta-feira, o Manchester City ficou muito perto de avançar às quartas de final da Uefa Champions League. São 99% de chances, de acordo com o Soccer Power Index, índice da ESPN (entenda como funciona abaixo).

De acordo com o algoritmo, é o time com maior possibilidade de seguir adiante. Na sequência aparece o Paris Saint-Germain, que aparece com 97%, depois de ter batido o Manchester United na Inglaterra por 2 a 0.

Já o Tottenham, que fez 3 a 0 no Borussia Dortmund, está com 96% de possibilidade de estar no próximo estágio do torneio.

O Atlético de Madrid figura com 86% de chances, com o triunfo por 2 a 0 diante da Juventus, em casa, nesta quarta. O seu rival Real Madrid tem 76%, com o triunfo por 2 a 1 diante do Ajax na Holanda. A probabilidade é um pouco menor do que a do Barcelona (77%), que empatou sem gols com o Lyon na França.

Nos duelos mais equilibrados, a Roma possui 59% de possibilidade de se classificar, depois de ter batido o Porto por 2 a 1 na Itália. Por fim, Bayern de Munique e Liverpool, que empataram por 0 a 0 na Inglaterra estão com 50% de chance.

Entendendo o Soccer Power Index

O Soccer Power Index (SPI) é um índice criado pela ESPN em 2009, com a proposta de analisar o futebol unindo perspectivas objetivas e subjetivas. A ferramenta tem ranking diferentes ligas nacionais de futebol, incluindo a Série A do Brasileiro, além de Champions League e a Liga Europa.

A metodologia dos números usa quatro fatores básicos a cada partida – que envolvem os gols marcados e finalizações – para avaliar as performances dos times, criando medições ofensivas e defensivas. Esses índices, então, permitem o cálculo das probabilidades de vitória, empate ou derrota em cada jogo.

Com essas projeções, a ferramenta simula as possibilidades para os duelos futuros e, seguidamente, a temporada milhares de vezes para determinar as chances de cada time ser campeão – ou rebaixado.