<
>

Palmeiras não tem 100% de Vitão e Luan Cândido, joias da base que pode vender ao Barcelona

play
Palmeiras: Vitão e Luan Cândido podem render R$ 84 milhões, diz Jorge Nicola (2:07)

O clube não tem uma, mas sim duas propostas do Barcelona (2:07)

A ESPN mostrou nesta terça-feira que o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, está na Europa e pode negociar jogadores do clube nos próximos dias.

O zagueiro Vitão, da base, por exemplo, está muito próximo do Barcelona, em uma negociação que pode incluir o lateral esquerdo Luan Cândido, também prata-da-casa.

Nos bastidores, fala-se em um possível "pacote" de 20 milhões de euros (R$ 84,14 milhões) pela dupla de joias da base alviverde. No entanto, fontes ouvidas garantem que não foi feita qualquer oferta oficial até agora.

Se de fato vender suas revelações, porém, o Palmeiras não ficará com 100% do dinheiro, já que os atletas possuem seus direitos "fatiados" entre o clube e outros detentores.

De acordo com o último balanço demonstrativo divulgado pela equipe, o Verdão tem 70% de Luan Cândido, de 18 anos, enquanto 30% estão nas mãos de terceiros.

Já Vitão, de 19 anos, tem 60% de seus direitos com os palestrinos, enquanto 40% pertencem a terceiros.

Dessa forma, numa hipotética oferta de 10 milhões de euros (R$ 42,1 milhões) de euros por cada, o Verdão terminaria com 13 milhões de euros (R$ 54,73 milhões), sendo 7 milhões de euros (R$ 29,47 milhões) de Luan Cândido e 6 milhões de euros (R$ 25,26 milhões) de Vitão.

Segundo apurou a reportagem, a negociação de jogadores é vista nos bastidores alviverdes como essencial para fechar as contas, principalmente depois dos altos investimentos feitos na janela de transferências (quase R$ 60 milhões foram gastos para trazer Matheus Fernandes, Arthur Cabral, Carlos Eduardo e Zé Rafael) e dos recursos usados para segurar o atacante Dudu e o volante Bruno Henrique após assédio da China.

Além disso, a equipe alviverde terá que bancar o alto salário do meia-atacante Ricardo Goulart, que veio por empréstimo do Guanzhou Evergrande, e também exercerá a cláusula de compra do zagueiro Gustavo Gómez, que está cedido pelo Milan até julho.