<
>

LaLiga: Griezmann marca, Atlético volta a vencer e mantém vantagem sobre o Real Madrid

Após duas derrotas seguidas, o Atlético de Madrid voltou a vencer em LaLiga na tarde deste sábado.

Jogando fora de casa, o time dirigido por Diego Simeone não realizou grande apresentação, mas conseguiu derrotar o frágil Rayo Vallecano por 1 a 0, graças ao gol do atacante francês Antoine Griezmann.

O resultado faz o clube colchonero ultrapassar o Real Madrid e assumir provisoriamente a vice-liderança da competição, com 47 pontos, quatro a menos que o Barcelona - que encara o Valladolid neste sábado, às 17h40 (de Brasília), com transmissão da ESPN Brasil e WatchESPN.

Já o Rayo Vallecano segue dentro da zona de rebaixamento, ocupando o 18º lugar com 23 pontos.

Pela 25ª rodada do Espanhol, o Atlético enfrenta o Villarreal no próximo domingo, em casa. Antes, porém, encara a Juventus no jogo de ida das oitavas de final da Champions League, nesta quarta-feira, às 17h, no Wanda Metropolitano.

Embora Saúl tenha cabeceado com perigo logo aos dois minutos de jogo, a etapa inicial foi praticamente toda dominada pelo Rayo Vallecano. Foram ao menos três boas chances de abrir o placar. A primeira aconteceu aos 25 minutos, quando Adri Embarba exigiu grande defesa de Oblak em chute cruzado.

O time da casa ganhou confiança e continuou pressionando. Aos 34 minutos, o atacante Raúl de Tomás roubou bola no campo de ataque e acionou Embarba, que novamente colocou o goleiro do Atlético para trabalhar. Aos 43, De Tomás subiu mais alto que Diego Godín e quase marcou.

No começo do segundo, numa tentativa de melhorar sua equipe, o técnico Diego Simeone promoveu as entradas de Diego Costa e Thomas Lemar nas vagas de Victor Vitolo e Ángel Correa. As alterações surtiram efeito, e o Atlético conseguiu sair na frente.

Aos 29 minutos, após cruzamento na área, Álvaro Morata aproveitou a sobra e deixou para Griezmann, que bateu e contou com desvio no zagueiro Jordi Amat para abrir o placar no Teresa Rivero. Na parte final do duelo, o Rayo Vallecano pressionou, mas Oblak assegurou a vitória em grande defesa após cabeçada do zagueiro Abdoulaye Ba nos acréscimos.