<
>

Fundador das categorias de base do Atlético de Madrid rescinde com o clube após admitir ter abusado de menor

O fundador da categoria de base do Atlético de Madrid, Ángel Manuel Briñas, rescindiu o seu contrato com o clube. Ele revelou ao El País que abusou de um menino quando trabalhava no Colégio Marianista Hermanos Amorós na década de 70. Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, o clube esclareceu a situação.

Em entrevista ao jornal espanhol, Briñas admitiu que abusou do menino e disse que foi apenas uma ou duas vezes. Na manhã desta quinta-feira, o El País divulgou que outras quatro crianças foram violentadas por ele.

O clube tratou de de emitir um comunicado falando que condena este tipo de comportamento e anunciou que investigará se ocorreu algum caso de abuso no clube enquanto ele trabalhou nas categorias de base.

Confira a declaração completa:

1- Condenamos fortemente esse tipo de comportamento e mostramos nosso mais firme repúdio a tais eventos sérios.

2- Estamos consternados que durante os anos que Manuel Briñas foi associado ao nosso clube nunca tivemos a menor suspeita sobre sua figura, mas muito pelo contrário, como foi percebida publicamente como uma pessoa respeitada dentro e fora do Atlético.

3- Uma vez que os fatos denunciados foram conhecidos, Manuel Briñas rescindiu sua ligação com o Atlético de Madrid.

4- O Atlético de Madrid iniciou uma investigação interna através de seu departamento de Compliance para descartar a existência de qualquer evento desse tipo durante os anos em que esteve vinculado ao nosso clube.

5- Um dos valores fundamentais em que nossa Academia se baseia é a salvaguarda dos direitos das crianças e a proteção das crianças. Embora nenhum dos fatos relatados esteja relacionado ao nosso clube, hoje, com a colaboração de nosso parceiro estratégico ‘Save The Children’, iniciamos uma revisão dos protocolos existentes na operação de nossas categorias inferiores, a fim de aperfeiçoá-los ainda mais para evitar qualquer risco.