<
>

São Paulo chega à 19ª eliminação desde seu último título com queda para o Talleres; relembre todas

play
'O torcedor do São Paulo está cansado de ser feito de idiota', desabafa Arnaldo após novo vexame (0:50)

Um dos maiores vencedores do país, time está há muitos anos sem conquistar títulos (0:50)

Tricampeão da Copa Libertadores, o São Paulo amargou um dos maiores vexames de sua história na quarta-feira, ao ser eliminado para o modesto Talleres no Morumbi. Foi apenas mais uma eliminação em mata-matas, porém, considerando os últimos anos do clube. Mais precisamente, a 19ª queda desde 2012, temporada que marcou o último título tricolor, a Sul-Americana. Relembre:

2013

Corinthians (Campeonato Paulista)

No Estadual, eliminação para o maior rival nas semifinais no Morumbi. No tempo normal, empate em 0 a 0. A queda veio nos pênaltis, por 4 a 3.

Atlético-MG (Copa Libertadores)

São Paulo, depois de se classificar nos grupos na última rodada, vencendo justamente o Atlético-MG, caiu nas oitavas para os mineiros. Após vitória por 2 a 1 em casa, equipe foi goleada na volta: 4 a 1.

Ponte Preta (Copa Sul-Americana)

Em pleno Morumbi, time de Campinas fez 3 a 1 e apenas administrou a vantagem na volta, que teve que ser disputada em Mogi Mirim, com empate em 1 a 1.

2014

Penapolense (Campeonato Paulista)

Em pleno Morumbi nas quartas de final, São Paulo não conseguiu sair de um empate sem gols e acabou caindo para a equipe do interior nos pênaltis.

Bragantino (Copa do Brasil)

Jogando fora de casa, São Paulo construiu vantagem com vitória por 2 a 1. Na volta no Morumbi, porém, inacreditável derrota por 3 a 1 e eliminação no tempo normal.

Atlético Nacional (Semifinais)

Mais uma queda nos pênaltis e no Morumbi. Uma vitória para cada lado, por 1 a 0, levou a decisão para a marca da cal, com triunfo colombiano por 4 a 1.

2015

Santos (Paulista e Copa do Brasil)

Em jogo único na Vila Belmiro na semifinal, time comandado na época por Milton Cruz foi derrotado por 2 a 1. Mesmo rival eliminaria o São Paulo ainda na Copa do Brasil, com duas vitórias: 3 a 1 na ida e também na volta.

Cruzeiro (Libertadores)

Nas oitavas de final, São Paulo saiu na frente no Morumbi, vencendo por 1 a 0, mas perdeu pelo mesmo placar no Mineirão. Nos pênaltis, eliminação com revés por 4 a 3.

2016

Audax (Campeonato Paulista)

Nas quartas de final, em Osasco, São Paulo foi goleado e se despediu do Estadual com derrota por 4 a 1.

Atlético Nacional (Copa Libertadores)

São Paulo saiu da fase preliminar do torneio e chegou até a semifinal. Não foi páreo, porém, para o Atlético Nacional, que venceu no Morumbi e na Colômbia, por 2 a 0 e 2 a 1, respectivamente.

Juventude (Copa do Brasil)

Logo na estreia no mata-mata, São Paulo foi derrotado pelo time então da Série C do Campeonato Brasileiro em pleno Morumbi, por 2 a 1, e acabou não se salvando nem mesmo com a vitória por 1 a 0 na volta.

2017

Corinthians (Campeonato Paulista)

Nas semifinais, derrota por 2 a 0 no Morumbi acabou sendo decisiva para a eliminação, confirmada em Itaquera após empate em 1 a 1.

Cruzeiro (Copa Libertadores)

Novamente, derrota por 2 a 0 no Morumbi no jogo de ida pesou. Na volta, São Paulo até fez bom jogo, mas vitória por 2 a 1 não foi suficiente.

Defensa y Justicia (Copa Sul-Americana)

Modesto clube argentino derrubou o tricampeão da Libertadores logo na primeira fase, com dois empates: 0 a 0 na Argentina e 1 a 1 no Morumbi.

2018

Corinthians (Campeonato Paulista)

São Paulo ficou a minutos de garantir classificação na semifinal. Venceu por 1 a 0 no Morumbi e segurava o 0 a 0 até o fim na Arena, quando sofreu gol de Rodriguinho. Nos pênaltis, derrota por 5 a 4.

Athletico Paranaense (Copa do Brasil)

Depois de passar por CSA e CRB, São Paulo encontrou o Athletico e perdeu jogo de ida em Curitiba por 2 a 1. Na volta, abriu 2 a 0, mas sofreu o empate e foi eliminado.

Colón (Copa Sul-Americana)

Mais um clube de pouca expressão na Argentina a frustrar o São Paulo no Morumbi. Colón venceu ida por 1 a 0, mas brasileiros devolveram o placar na volta. O problema é que, nos pênaltis, passou o time de Santa Fe.

2019

Talleres (Copa Libertadores)

Participando apenas pela segunda vez do torneio na história, argentinos construíram vantagem em casa, vencendo por 2 a 0, e administraram no Morumbi, com empate em 0 a 0.