<
>

Liverpool procura novo (e grande) contrato de uniformes para coroar sucesso

O diretor geral do Liverpool, Billy Hogan, confirmou que procura um novo contrato com fornecedores de uniformes para a equipe, já que a parceria atual com a New Balance, dos Estados Unidos, acaba ao fim da temporada de 2019/20.

Com o sucesso do Reds nas últimas temporadas, Hogan quer aumentar os números do contrato à altura dos outros gigantes europeus. O negócio pode ser o maior da história do clube.

“Nós estamos conversando com a New Balance e com outras fornecedoras também", disse Hogan ao jornal The Drum. “O negócio dos uniformes é uma parceria extremamente importante - não só para o suporte financeiro que chega para o clube, mas também para o ponto de vista distributivo."

Na temporada atual - a que o clube teve mais lucro em venda de camisas -, o acordo com a fornecedora foi de R$217 milhões. Isso é pouco se comparado, por exemplo, ao Manchester United, que trabalhou com a Adidas por R$361 milhões.

Tentando manter o bom momento, os Reds pisam no gramado do Anfield na próxima terça-feira (19), contra o Bayern de Munique, pela Uefa Champions League. Na Premier League, seguem empatados em pontos com o líder Manchester City, mas pelo saldo de gols menor, ficam na segunda posição.