<
>

PSG bate o Manchester United em Old Trafford e fica perto das quartas de final da Champions League

play
Mbappé marca e Paris Saint-Germain vence o Manchester United fora de casa; veja fotos do jogo (1:18)

Vitória deixou o time francês em ótima situação por vaga nas quartas de final da Champions League (1:18)

O Paris Saint-Germain não tinha Neymar e nem Cavani. Mas isso não foi um problema nesta terça-feira. Isso porque a equipe francesa foi até Old Trafford e bateu o Manchester United por 2 a 0, ficando bem perto da classificação para as quartas de final da Uefa Champions League.

Os gols de Kimpembé e Mbappé, que atuou como centroavante por causa da ausência do uruguaio, além de colocar a equipe em situação bastante confortável na eliminatória, ainda encerram uma série de 11 jogos de invencibilidade do United desde que o ídolo Ole Gunnar Solskjaer havia assumido a equipe.

Com a vaga bastante encaminhada, o PSG se prepara agora para receber a equipe inglesa no dia 6 de março, quando as equipes decidirão quem fica com a vaga nas quartas de final.

O JOGO

A partida começou bastante estudada, com nenhum dos dois times se arriscando. A melhor oportunidade do primeiro tempo foi aos 27. E foi da equipe francesa. Verratti tocou para Draxler, que acertou lindo passe para Mbappé. O francês, em posição duvidosa, dominou e chutou para fora.

Na volta para a segunda etapa, a situação do Manchester United se complicou. Primeiro porque perdeu dois jogadores por lesão: Martial e Lingard, obrigando o técnico Solskjaer a substituí-los. E as trocas não parecem ter feito bem ao time inglês, que passou a ser dominado pelos franceses.

Aos 7, Mbappé acertou cabeçada e exigiu grande defesa de De Gea, que mandou para escanteio. Na cobrança, Di Maria bateu bem e encontrou Kimpembé, que aproveitando a falha de Matic, colocou a bola no fundo do gol.

Três minutos mais tarde, quase o segundo. Dani Alves acertou belo chute da entrada da área. A bola desviou em Pogba e passou "tirando tinta" do gol do United.

Mas o 2 a 0 não demorou a sair. Di María foi lançado na esquerda, avançou e cruzou na medida para Mbappé, que apenas tocou a bola para marcar.

E por muito pouco o PSG não matou o confronto, parando duas vezes em De Gea, que defendeu chute de Mbappé e Bernat.

A boa vantagem fez os franceses recuarem um pouco, abrindo espaços para o United, que tentou, primeiro com Mata e depois com Ander Herrera. Os chutes, porém, não chegaram a assustar o goleiro Buffon.

Nos últimos minutos, Pogba ainda recebeu o cartão vermelho após falta em Dani Alves, complicando ainda mais a situação do Manchester United, que não poderá contar com seu grande astro no jogo de volta.