<
>

São Paulo volta a jogar mal, perde para a Ponte e chega ao 'jogo do ano' ainda mais pressionado

2019 não está sendo nada fácil para o torcedor do São Paulo. Neste sábado, a equipe entrou em campo para desafiar a Ponte Preta em Campinas e como já se tornou normal em jogos do time, teve mais uma atuação bem abaixo do esperado e acabou derrotada por 1 a 0 em confronto válido pelo Campeonato Paulista.

Preocupado com o decisivo duelo da próxima quarta-feira, quando o São Paulo encara o Talleres precisando de uma vitória por no mínimo dois gols para seguir vivo na Libertadores, o técnico André Jardine optou por fazer testes na partida deste sábado. Uma das mudanças foi colocar Hernanes como segundo volante e Nenê como meia centralizado. E não deu certo, com o time criando muito pouco e a bola praticamente não chegando em Gonzalo Carneiro, que foi testado como centroavante.

O jogo permaneceu morno até a reta final. Porém, a fase do Tricolor é tão complicada, que a Ponte ainda conseguiu um gol nas poucas chances que teve. Após cobrança de escanteio, Renan Fonseca ganhou na cabeça de cinco jogadores do São Paulo, entre eles o goleiro Tiago Volpi e a bola ficou fácil para Hugo Cabral apenas completar para o gol e definir a segunda vitória da Ponte no Paulistão.

Apesar do desempenho bem abaixo do esperado, o São Paulo segue tranquilo no Paulistão. Com 9 pontos somados em seis jogos, a equipe atualmente lidera o Grupo D, mas agora tem a companhia do Oeste, que venceu e chegou também aos 9. Já a Ponte, com 8 pontos, atualmente é a 3ª do Grupo A.

Na próxima rodada, enquanto o time campineiro atua no sábado, fora de casa, contra o Novorizontino, o São Paulo, no domingo, tem pela frente nada menos do que um clássico com o Corinthians na Arena.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA X SÃO PAULO

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Data: 9 de fevereiro de 2019, sábado

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Público: 4652 pessoas Renda: R$ 94.130,00

Gols: Hugo Cabral, aos 32 do 2ºT (Ponte Preta)

Cartões amarelos: Arnaldo (Ponte Preta); Hernanes e Reinaldo (São Paulo)

PONTE PRETA: Ivan; Arnaldo (Luis Ricardo), Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Nathan, Igor Henrique, Matheus Oliveira, Matheus Vargas e Gerson Magrão; Thalles (Hugo Cabral) Técnico: João Paulo Sanches

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Araruna, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Willian Farias, Hernanes (Igor Vinicius) e Nenê; Antony, Gonzalo Carneiro (Diego Souza) e Everton (Biro Biro) Técnico: André Jardine