<
>

Alto salário de Eduardo Sasha no Santos dificulta empréstimo

play
Presidente do Santos diz que Sampaoli nunca ameaçou saída, mas ressalta: 'Jamais prometi reforços a ele' (0:44)

'Vamos fazer o possível para que a gente tenha uma equipe competitiva', garantiu José Carlos Peres (0:44)

Eduardo Sasha não está nos planos do técnico Jorge Sampaoli e não foi inscrito para a primeira fase do Campeonato Paulista. Mesmo assim, o Santos tem dificuldade para negociá-lo.

O problema é o alto salário do atacante, que recebe quase R$ 300 mil mensais, além de alguns gatilhos e luvas diluídas. Mesmo que o clube aceite pagar parte dos vencimentos, a quantia ainda seria considerável.

Os representantes de Sasha buscam opções no Brasil e também no exterior – o Botafogo é um dos clubes que analisam a contratação do jogador de 26 anos. Houve especulação sobre o Ceará, mas o presidente Robinson de Castro nega o interesse.

Sasha, que tem sete gols em 49 partidas, chegou por empréstimo em janeiro de 2018, se destacou e acabou comprado em abril, em uma troca com Internacional. Seu contrato vale até dezembro de 2022.