<
>

Schweinsteiger sobre morar nos EUA: Supermercado com esposa famosa e sem erros de arbitragem

Desde 2017 defendendo o Chicago Fire na MLS (liga de futebol dos Estados Unidos e Canadá), o meio-campista Bastian Schweinsteiger está feliz da vida morando nos Estados Unidos.

Vivendo na metrópole norte-americana ao lado da ex-tenista Ana Ivanovic, que também é uma celebridade do esporte e foi nº1 da WTA em 2008, o ídolo do Bayern de Munique contou em entrevista ao jornal Marca que sua vida é bastante tranquila.

"Nos Estados Unidos é muito mais fácil dar uma volta pela rua. Não se esqueça que Chicago é uma cidade onde respiram esporte, há muitos fãs de várias modalidades. Mas lá é muito mais tranquilo para passear", afirmou.

Questionado se pode ir ao supermercado sem ser incomodado com pedidos de fotos e autógrafos, ele sorriu.

"Sim, claro. Não estou tanto no foco das pessoas. Até por isso escolhemos [ele e Ivanovic] morar nos Estados Unidos", salientou.

O campeão do mundo com a seleção alemã também elogiou a maneira como a mídia norte-americana cobre os esportes.

"Nota-se muito a diferença para a Europa. Se há uma decisão equivocada da arbitragem, por exemplo, os veículos de comunicação não ficam uma semana falando disso. É outra história", bradou.

Perguntado se planejava virar treinador depois de se aposentar, Schweinsteiger não mostrou muita vontade.

"Não me vejo nesse papel. Os treinadores são demitidos toda hora, em todos os lugares, seja quem forem (risos). Mas a gente nunca sabe o que o futuro guarda para a gente", finalizou.

Pelo Chicago Fire, o teutônico soma 57 partidas e 7 gols marcados.