<
>

Napoli vence Sampdoria, se distancia da Inter e dá 'presente' a Batistuta

O Napoli venceu a Sampdoria por 3 a 0 neste sábado (2), no estádio San Paolo, pela 22ª rodada do Campeonato Italiano, abriu vantagem em relação à Inter de Milão na briga pela vice-liderança e ainda impediu que o atacante Fabio Quagliarella quebrasse um recorde do argentino Gabriel Batistuta, aniversariante do dia.

Após a eliminação sofrida contra o Milan nas quartas de final da Copa a Itália, na última terça-feira (3), os 'Azzurri' se recuperaram às custas de uma adversária que vinha com moral por ter goleado a Udinese por 4 a 0 no fim de semana passada.

O time dirigido por Carlo Ancelotti fez 1 a 0 aos 25 minutos do primeiro tempo, com gol de Milik, que aproveitou cruzamento rasteiro de Callejón. Foi do espanhol também o passe para o segundo gol, de Insigne, feito 65 segundos depois

Após o intervalo, os visitantes foram para cima, mas o time anfitrião se defendeu bem e ainda marcou o terceiro, com Verdi, aos 44 minutos.

Com sete vitórias nos últimos nove jogos pelo Italiano, o Napoli é segundo colocado, com 51 pontos, enquanto a Inter, terceira, tem 40 e neste domingo (3) jogará contra o Bologna em Milão. A Sampdoria é sexta, com 33.

Quem tem motivo especial para lamentar a derrota é o experiente atacante Quagliarella, que teve interrompida a sequência de 11 jogos pelo Italiano marcando pelo menos um gol.

Se tivesse feito um hoje, ele se tornaria recordista isolado, mas terá que se contentar em dividia a melhor marca com Gabriel Batistuta, que hoje completa 50 anos e em 1994 foi às redes em 11 partidas seguidas com a camisa da Fiorentina.

O Napoli volta a campo na próximo sábado (9) contra a mesma Fiorentina de Batistuta.