<
>

Juventus sofre com 'carrasco', cai para Atalanta e Cristiano Ronaldo tem primeira eliminação na Itália

A Juventus está fora da Copa da Itália.

Nesta quarta-feira, no Estádio Atleti Azzurri d'Italia, a Atalanta recebeu o time de Allegri e venceu com tranquilidade por 3 a 0, com dois gols de Duván Zapata, e outro de Timothy Castagne.

O colombiano já havia marcado contra a Juve pelo Campeonato Italiano, e na jornada de hoje, fez o segundo e o terceiro contra Cristiano Ronaldo e companhia.

Agora, a Atalanta vai às semifinais, e encara o vencedor entre Lazio e Internazionale, que se enfrentam na quinta, em Milão.

A outra semifinal será disputada entre Milan e Fiorentina.

A vitória da Atalanta sobre a Juventus é a primeira desde 2004, quanto o time de Bérgamo venceu o de Turim também pela Copa da Itália. Desde então, a Juve acumulava 21 vitórias e 5 empates diante da Atalanta.

O próximo compromisso da Juventus é diante do Parma, em casa, pelo Campeonato Italiano. Enquanto a Atalanta, também pela Série A, visita o Cagliari, mas só na próxima segunda-feira.

O jogo

Apoiada por sua torcida, a Atalanta começou melhor e criou as primeiras chances. Com Cristiano Ronaldo bem marcado, o time da casa abriu o placar no fim do primeiro tempo. Aos 36 minutos, Castagne desarmou João Cancelo no campo de ataque, avançou e chutou colocado, sem chances de defesa para Szczesny.

Os mandantes não se deram por satisfeitos e continuaram em cima. Dois minutos após o gol, a Atalanta ampliou a sua vantagem. Zapata recebeu de Papu Gómez, fez o giro e soltou a pancada no canto. Pouco antes do intervalo, Cristiano Ronaldo e Dybala tentaram descontar em cobranças de falta, mas pararam na barreira.

A Juventus continuou com dificuldades de atacar na volta do intervalo. Na tentativa de fazer o time reagir, Massimiliano Allegri colocou Douglas Costa no lugar de Dybala, e Pjanic na vaga de Khedira. As alterações, contudo, não surtiram efeito.

Para piorar, a Velha Senhora levou o terceiro aos 40 minutos. Em jogada que começou com um tiro de meta de Berisha, De Sciglio tentou recuar para Szczesny, mas Zapata chegou antes, driblou o goleiro e sacramentou a eliminação da Juve.