<
>

Conmebol marca jogos da Recopa para final de maio, quando River Plate já terá torcida liberada

play
Libertadores reforça proibição a bandeirões, e especialista em direito desportivo explica: 'Novos padrões Fifa' (2:54)

Luiz Marcondes, presidente do Instituto Iberoamericano de Direito Esportivo, informa: 'Não é toda bandeira' (2:54)

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) se reuniu nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, e definiu as datas da Recopa Sul-Americana 2019, que será disputada entre River Plate, atual campeão da Libertadores, e Athletico Paranaense, ganhador da última Copa Sul-Americana.

O jogo de ida, na Arena da Baixada, em Curitiba, será em 22 de maio, uma quarta-feira.

Uma semana depois, em 29 de maio, a grande decisão será no Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

Vale ressaltar que, por conta das datas, o River já terá cumprido na Libertadores os dois jogos de suspensão impostos pela Conmebol, que decidiu que o clube terá que fazer duas partidas com portas fechadas por conta das confusões ocorridas antes da última decisão continental, contra o rival Boca Juniors.

Dessa maneira, o público estará liberado para o duelo de volta, na capital argentina.

A Recopa paga um prêmio de US$ 600 mil (R$ 2,252 milhões) ao time campeão.

O atual detentor do troféu é o Grêmio, que bateu o Independiente na decisão de 2018.