<
>

Ex-São Paulo, Renan Ribeiro reclama de Dorival e ataca Leco: 'Infelizmente não vai com a minha cara'

O goleiro Renan Ribeiro foi o grande destaque da classificação do Sporting na Taça da Liga de Portugal. Depois de empate em 1 a 1 com o Braga, ele defendeu três pênaltis e virou destaque em todos os jornais locais nesta quinta-feira – o “Record”, por exemplo, o chamou de “Reinan”.

O problema é que a boa atuação não fez o brasileiro esquecer a saída do São Paulo, no final de 2017. Em meio a um processo arrastado de renovação de contrato, não chegou a um acordo e foi afastado. Após a atuação de gala em Portugal, Renan não escondeu a mágoa.

“Saí de uma maneira que fiquei realmente chateado, fiquei cinco anos no São Paulo, todo mundo sabe que fiz meu melhor, passei grande dificuldades, mas infelizmente tem um presidente que talvez não vai com a minha cara”, atacou, em entrevista ao “Esporte Interativo”.

“Não tem o que reclamar de mim, sempre fui grande profissional, trabalhei sério”, completou o goleiro, em referência a Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

“Depois chegou o técnico Dorival Júnior, me tirou do grupo. Muitas pessoas não sabem o que aconteceu, também perguntei para ele, porque me tirou, sabendo que estava em renovação, nem ele me respondeu. Mas o mundo do futebol é esse, a vida é essa, encerrou.

Depois que deixou o São Paulo, Renan se transferiu para o Estoril, também de Portugal, e foi contratado pelo Sporting para esta temporada.