<
>

Com reservas em campo, Grêmio leva empate do Aimoré pelo Gaúcho

Jogando com um time repleto de reservas, o Grêmio ficou apenas no empate por 1 a 1 contra o Aimoré, nesta quarta-feira, em duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Gaúcho.

Juninho Capixaba abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo para os tricolores. Porém, nove minutos depois, o Aimoré chegou ao empate com Gian.

Com este resultado, o Grêmio vai aos 4 pontos na tabela do Estadual, mesmo número de pontos do Aimoré.

O Grêmio volta a jogar na segunda-feira, em casa, quando recebe o Juventude pelo Gaúcho.

O Jogo

Apesar do forte calor, Aimoré e Grêmio fizeram um jogo bem movimentado. Aos 7, Pepê faz boa jogada individual, tabelou com Jean Pyerre e cruzou na área, mas Renato cortou. Matheus Henrique ficou com a sobra, mas chutou muito fraco. Com dificuldade de infiltração na área, o Grêmio arriscou chutes de fora da área.

Passado 20 minutos e nenhuma chance real de gol. A partida ficou muito concentrada no meio-campo. Quase a equipe gremista abriu o placar, aos 29, quando Jean Pyerre levantou na pequena área e Paulo Miranda desviou de cabeça à direita do gol de Marcelo Pitol. Dois minutos depois, mais uma chegada do Grêmio ao ataque. Aos 31, Leonardo cruzou da direita após receber passe de Vico e limpar a marcação. O centroavante André, de voleio, acertou o travessão.

Depois de tanto insistir, os comandados de Renato Portaluppi abriram o placar. Aos 33, Romulo fez lançamento longo para o camisa 6, que dominou e tabelou com Jean Pyerre. Capixaba dividiu com a marcação de Renato e tocou na saída de Pitol.

O Grêmio tomou conta do jogo após abrir o placar e conseguiu envolver a defesa. Aos 38, após grande passe de Jean Pyerre, Leonardo foi ao fundo e cruzou para trás. O camisa 5 arriscou da entrada da área, mas o chute saiu muito alto.

Numa bola parada o Aimoré surpreendeu e alcançou a igualdade. Aos 43, Gian cobrou falta da meia esquerda de ataque com um chute potente e acertou o canto de Paulo Victor. Após um começo de partida sem emoções, o Grêmio se impôs e esteve na frente do placar, mas cedeu o empate em bela cobrança de falta de Gian.

Lance polêmico no começo do segundo tempo. Aos 2, Capixaba foi ao fundo pela esquerda e cruzou. No meio da área, André caiu e pediu pênalti, mas o árbitro nada marcou. O Grêmio ficou mais com a posse da bola, enquanto o Aimoré recuou as suas linhas e especulou jogadas de contra-ataque.

De boa atuação diante do Novo Hamburgo, o atacante Pepê não conseguiu repetir o bom desempenho. Tecnicamente houve uma queda de rendimento de ambos os times no jogo.

Por pouco, o Tricolor Gaúcho quase saltou na frente novamente do marcador. Aos 25, Marinho cruzou fechado da direita. A bola passou por todo mundo. Na pequena área, Paulo Miranda mergulhou e tentou de peixinho. A resposta dos donos da casa ocorreu, aos 28, após cobrança de Elias, Juninho tentou afastar, mas a bola ficou na área. O zagueiro Renato girou e quase marcou um golaço. Aos 35, Lincoln cruzou rasteiro da esquerda. Após corte parcial, a bola sobrou para Marinho, na marca do pênalti, mas o chute do atacante saiu mascado, pela linha de fundo.

Mesmo com as tentativas tanto de Grêmio e Aimoré o jogo seguiu empatado e seguiu assim até o fim. O destaque ficou por conta do lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que balançou as redes em duas rodadas.

FICHA TÉCNICA:
AIMORÉ 1 x 1 GRÊMIO

Local: Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo-RS
Data: 23 de janeiro(quarta-feira)
Horário: 20h30(de Brasília)
Árbitro: Daniel Bins-RS
Assistentes: Michael Stanislau-RS e Maíra Mastella Moreira-RS
Cartão amarelo: Elias, Marco Antônio, Henrique Ávila (Aimoré); Juninho Capixaba(Grêmio)
Gols: Juninho Capixaba (Grêmio), aos 33 minutos e Gian (Aimoré), aos 43 minutos do primeiro tempo

AIMORÉ: Pitol, Gian, Renato, Douglão e Henrique Ávila, Toto, Elias (Parrudo), Diguinho e Leandro Canhoto (Gustavo Xuxa), Marco Antônio e Ricardo Verza (Brandão) Técnico: Gelson Conte

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Paulo Miranda, Marcelo Oliveira e Juninho Capixaba; Rômulo(Lincoln), Matheus Henrique e Jean Pyerre, Vico (Marinho), Pepê e André (Thonny Anderson) Técnico: Renato Portaluppi