<
>

Emiliano Sala: líder de busca diz que não há esperança de achar o atacante com vida

A operação de resgate segue sem encontrar qualquer sinal do avião em que viajava o atacante Emiliano Sala, desaparecido desde a noite de segunda-feira. Depois de uma busca ao longo da terça, que foi suspensa ao anoitecer, o mesmo ocorreu nesta quarta.

"Depois de uma intensa busca usando múltiplos aviões e um barco pelas últimas nove horas, não achamos qualquer pista do avião desaparecido", informou a polícia de Guernsey, ilha localizada no Canal da Mancha. “Uma decisão quanto ao recomeço será tomada amanhã cedo pela manhã”.

A operação de busca trabalhava com quatro possibilidades: que o avião aterrissou em algum lugar e o piloto e Sala ainda não conseguiram contato; que o pequeno avião pousou no mar e os dois foram resgatados por um navio; que após um possível pouso na água tenham usado o bote salva vidas do avião ou que a aeronave se destruiu ao cair no mar.

No entanto, o líder das buscas, John Fitzgerald, mostrou-se pessimista quanto à possibilidade de encontrar o atleta com vida.

“Infelizmente, eu realmente não acho, pessoalmente, que há alguma esperança. Nesta época do ano, as condições lá fora são muito ruins se você realmente estiver na água”, afirmou em entrevista à BBC.

Ele ainda apontou que até mesmo “a pessoa mais em forma" só sobreviveria na água por algumas horas.

Sala viajava em um avião que continha apenas mais o piloto, que teve sua identidade revelada nesta quarta. "Eu posso confirmar que o nome do piloto é David Ibbotson", disse o capitão do porto de Guernsey, David Barker.

Pai de Sala se emociona com desaparecimento de avião do filho: 'As horas passam e começo a pensar no pior'

O atacante tem 28 anos e foi contratado pelo Cardiff City no último sábado, por 15 milhões de libras (mais de R$ 72 milhões), no negócio mais caro já feito pelos galeses, 18ºs na Premier League.

O argentino tinha 13 gols na temporada pelo Nantes, seu ex-clube, e havia viajado para a França para resolver as pendências finais antes de sua transferência definitiva para o Cardiff City.

‘Emiliano Sala vem de três ótimas temporadas no Nantes’, recorda Rafael Oliveira