<
>

Cristiano Ronaldo perderá condecorações de governo português por fraude fiscal

Após admitir fraude fiscal na Espanha, Cristiano Ronaldo pode perder duas condecorações recebidas do governo de Portugal. Segundo o jornal português “A Bola”, deverá ser aberto um processo disciplinar contra CR7.

A presidência de Portugal não se pronunciou sobre o caso, mas o atleta deverá passar por um processo que pode levar a uma repreensão ou até que as condecorações sejam retiradas. Segundo a “Lei das Ordens Honoríficas”, penas de prisão superiores a 36 meses implicam em perda imediata das honrarias.

Cristiano Ronaldo foi condenado a 23 meses de reclusão, mas pagou uma multa para evitar ser preso. Mesmo assim, a lei obriga os membros a “prestigiar Portugal em todas as circunstâncias” , “regular seu procedimento público e privado” e “dignificar a Ordem por todos os meios e circunstâncias”.

O capitão da seleção portuguesa recebeu duas medalhas de honra do governo de Portugal. Em 2014, no governo Cavaco Silva, após ganhar a sua segunda Bola de Ouro, recebeu a Ordem do Infante D. Henrique de Portugal e em 2016, no governo Marcelo Rebelo de Sousa, após ganhar a Eurocopa, recebeu a Grã Cruz da Ordem e do Mérito.