<
>

Neymar se irrita com 'invenção' sobre drogas: 'Sou um pouco maluco, mas não a ponto de fazer essa burrice'

Neymar não gostou nada de ver seu nome ligado a um boato de que teria usado drogas durante o Ano Novo. Em entrevista à emissora francesa “Canal+”, o brasileiro desabafou contra o que chamou de “invenções”, além de também ter falado sobre especulações envolvendo o Real Madrid e as críticas que sofreu na Copa do Mundo.

"Meu nome envolve muita coisa, hoje dá muita notícia. Ultimamente estão inventando muitas coisas com meu nome. No Réveillon, inventaram que eu estava usando droga. A galera acha que eu ultrapasso o limite. Eu sou um atleta de alto nível. Eu sou um pouco maluco, mas não sou tão maluco a ponto de fazer essa burrice.”

“Mas ao mesmo tempo fico contente. Se falam do meu nome, falam de mim, é porque minha qualidade é grande, é porque sou um dos melhores. Mantenho a calma, a paciência. Estou mais maduro para aguentar qualquer tipo de situação”, completou.

Em relação a uma possível transferência ao Real, em pergunta que foi feita pelo ex-companheiro de Santos Paulo Henrique Ganso, Neymar desconversou.

“Especulações existem a qualquer momento com meu nome. Desde quando me tornei profissional, sempre teve especulações, de sair, outros clubes, mas nada concreto. A partir do momento que tiver algo concreto, falarei com todos. Sou homem para assumir essas coisas e sou bem claro quanto a isso também”, afirmou.

Já ao relembrar a Copa do Mundo, Neymar rebateu novamente os que o chamaram de “cai-cai”. Para o brasileiro, não houve simulação, mas sim faltas sofridas em virtude da dura marcação que sofreu.

“A crítica foi interessante. A partir do momento que você não ganha, a crítica vem pelo lado negativo. Sofri muitas faltas na Copa, todas foram faltas se vocês pegarem os lances. Não simulei em momento nenhum, apenas sofri a falta. Se a marcação foi dura é porque tinha que ser dura. Se me deixar sozinho, vou fazer acontecer algo para a minha equipe.”

“Sofri críticas que não concordo, mas respeito. Hoje se fala muito, mas é porque é o Neymar. Tudo com o Neymar é o dobro, as notícias vão ser maiores, seja positiva ou negativa, e eu tenho que saber lidar com a situação”, encerrou.