<
>

São Paulo: Jardine diz que conversou com Nenê sobre o Fluminense e exalta meia: 'Um dos líderes'

play
No São Paulo, Jardine diz que Nenê e Hernanes podem jogar juntos: 'Tem talento para ser titular' (1:35)

Treinador disse que o meio-campista 'largou' no banco, mas ainda é cedo para classficá-lo como reserva (1:35)

O meia Nenê recebeu atenção especial na entrevista coletiva do técnico André Jardine, nesta sexta-feira, no centro de treinamento da Barra Funda, véspera da estreia do São Paulo no Campeonato Paulista.

O treinador explicou que conta com o jogador, que vem sendo sondado pelo Fluminense, e explicou a importância que o camisa 10 terá. "Ele é um dos líderes do elenco dentro do vestiário e está fazendo de tudo para conquistar um título pelo São Paulo', disse.

Ano passado, Nenê acabou carregando o peso pela demissão do técnico Diego Aguirre a cinco jogos do final do Brasileirão. Na época, era nítido que o jogador estava incomodado por ter virado reserva e Diego Lugano, superintendente de relações institucionais do clube, admitiu em entrevista aos jornalistas que o meia tinha fama de fazer "biquinho".

Na pré-temporada em Orlando, Nenê foi reserva de Hernanes, mas foi ele quem fez o primeiro gol do São Paulo no ano.

“Conversamos com ele. Tanto eu, como a direção. Vagner [Mancini] também teve um papel importante. Procuramos deixar muito claro a importância que o Nenê tem dentro do grupo, o carinho que temos por ele, é um dos nosso líderes do vestiário, que está se empenhando muito para dar alegria ao torcedor, conquistar títulos”, disse Jardine.

O Fluminense deseja contar com o jogador, mas não chegou a fazer uma proposta oficial para o São Paulo. O clube carioca fez uma consulta e desejava tentar repartir o salário do meia com a equipe paulista.