<
>

Flamengo com ataque 'recheado' para Abel: veja características dos centroavantes

Com a contratação do atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, o técnico do Flamengo, Abel Braga, passa a contar com quatro jogadores da posição para a temporada de 2019. E neste ‘cardápio’ de camisas nove, o treinador poderá escolher atletas com características bem diferentes.

Entre promessas, artilheiros de edições do Campeonato Brasileiro e até prospectos a seleção, Gabigol, Henrique Dourado, Fernando Uribe e Lincoln estão na lista de ‘homens gol’ da equipe carioca.

E utilizando estatísticas do TruMedia (ferramenta da ESPN) da última edição do Brasileirão, é possível comparar a movimentação e comportamento dos jogadores quando estiveram na frente da meta adversária.

Artilheiro do Brasileirão 2018 e 'reforço de peso' da nova gestão

Nome: Gabriel Barbosa (Gabigol)

Partidas: 35

Gols: 18 (artilheiro do campeonato)

Chutes: 68

Média de chutes certos: 42.6%

Gabriel Barbosa foi o segundo contratado na gestão da nova diretoria encabeçada pelo presidente Rodolfo Landim. O novo atacante da Gávea vai herdar a camisa de número 9, vestida por último pelo peruano Paolo Guerrero - embora a torcida espere que o desfecho de sua passagem pelo Fla seja bem diferente.

Gabigol foi contratado por empréstimo junto a Inter de Milão, clube que detém os direitos do atacante brasileiro. Sem custos na transferência, o jogador vestirá a camisa rubro-negra em 2019 e o clube carioca vai arcar com todo seu salário.

Ele foi o artilheiro da última edição do Campeonato Brasileiro, com 18 tentos anotados. O atleta de 22 anos se movimenta de forma bem diferente dos outros atacantes do Flamengo: inicia grande parte das suas jogadas pelo lado direito do campo, embora tenha grande presença de área, com parte dos seus gols anotados dentro da área pintada, como é possível ver nas imagens abaixo.

Também foi o segundo maior artilheiro do Brasil no ano passado, atrás apenas de Gustagol, que defendeu as cores do Fortaleza na Série B e Campeonato Cearense, balançando as redes em 30 oportunidades. Gabriel Barbosa, por sua vez, anotou 27 gols durante toda a temporada pelo Santos.

Dos quatro atletas disponíveis para a escolha do treinador, Gabigol foi o que mais chutou contra o time adversário no Brasileirão do ano passado. Segundo o TruMedia, de 68 finalizações, ele acertou 42.6% na meta da outra equipe.

Exímio cobrador de pênaltis e 'velho conhecido' de Abel

Nome: Henrique Dourado

Partidas: 20

Gols: 6

Chutes: 17

Média de chutes certos: 38.1%

Conhecido de Abel Braga, Dourado teve a melhor temporada da sua carreira sob comando do treinador. O atacante foi o 'homem de referência' do rival Fluminense no ano de 2017 e artilheiro do Brasileirão, com 18 gols.

Acertou sua transferência para o Flamengo no início da 2018 por aproximadamente 10 milhões de reais.

Porém, o camisa 19 não foi unanimidade na temporada passada vestindo a camisa rubro-negra.

Em 20 partidas disputadas no Campeonato Brasileiro, balançou as redes em seis oportunidades com 17 arremates - dois tentos foram anotados a partir de cobranças de pênalti, sua 'especialidade'.

No Fla, se movimentou por alguns setores do campo, porém marcou presença mesmo dentro da área adversária.

Atacante chegou como 'grata surpresa' e já foi elogiado por Abel

Nome: Fernando Uribe

Partidas: 20

Gols: 6

Chutes: 30

Média de chutes certos: 31.4%

Centroavante colombiano que chegou ao solo brasileiro em junho do ano passado. Envolvido em uma transferência para o clube carioca, Uribe demorou algumas partidas para se adaptar ao jogo brasileiro, porém o futebol do atacante se desenvolveu e chama a atenção de Abel e da torcida do Fla.

Nesta pré-temporada, o camisa 20 foi o responsável pelos dois gols do Fla contra o Ajax, válido pela Florida Cup. Em entrevista coletiva após a partida, Abel disse que Uribe 'saiu na frente dos outros' na briga pela titularidade.

Uribe também foi o responsável por 'ocupar a vaga' de Paolo Guerrero, quando o peruano saiu do Flamengo e logo acertou seu contrato com o Internacional, de Porto Alegre. O recém-chegado começou a anotar gols importantes e mostrar seu 'faro de matador', querido também pelo técnico Dorival Júnior, que comandou o time na reta final do campeonato após a demissão de Barbieri.

No Brasileiro de 2018, em sua (meia) temporada de estreia pelo time brasileiro, participou de 20 partidas e anotou seis gols. Em 30 chutes, garantiu que 31,4% deles chegassem ao gol adversário.

Cria da Gávea e responsável por um dos pontos altos do Fla em 2018

Nome: Lincoln

Partidas: 9

Gols: 0

Chutes: 5

Média de chutes certos: 60%

Jovem cria das categorias de base do Flamengo, o camisa 29 não foi presença constante na titularidade do clube carioca durante o ano de 2018. O atacante de 18 anos participou de nove partidas e não balançou as redes. Embora tenha se movimentado por diversas partes do campo, garantiu uma média de 60% de arremates no gol adversário em cinco chutes.

Apesar de ser um dos mais novos do elenco, Lincoln é forte e gera grande expectativa por parte da torcida. Expectativa essa que aumentou consideravelmente por ser o responsável por anotar o gol de empate contra o Grêmio, na casa do adversário, no primeiro confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

Uma das partidas mais icônicas da temporada, quando o Flamengo, ainda comandado por Mauricio Barbieri, garantiu o empate nos acréscimos contra o campeão da Libertadores da América em 2017.