<
>

Barcelona: Coutinho está 'encurralado no banco', e venda foi uma 'benção' para o Liverpool, diz jornal espanhol

O jornal “El País”, um dos maiores da Espanha, destaca a má fase de Philippe Coutinho no Barcelona. O brasileiro, que completou um ano no clube no último final de semana, perdeu espaço entre os titulares, enquanto vê seu ex-time, o Liverpool, lutar para ser campeão da Premier League.

A publicação, inclusive, relembra a novela que envolveu a negociação entre os dois clubes e diz que hoje os 160 milhões de euros (R$ 680 milhões na cotação atual) acertados em janeiro do ano passado se tornaram uma “benção” para os Reds, que, com o valor, contrataram Van Dijk, Oxlade-Chamberlain e Andrew Robertson.

Os números dentro de campo também reforçam a tese de que o Liverpool se beneficiou com a saída de Coutinho. Com ele, o clube conquistou 60% dos pontos na Premier League, enquanto, sem o meio-campista, foram 67% dos pontos na última temporada e vaga na final da Uefa Champions League.

Se a vida do Liverpool melhorou, Coutinho “se encurralou” no banco de reservas do Barcelona, como definiu o “El País”

O jornal também acredita que “ o peso de substituir Iniesta parece ter sido uma carga demasiada para o tímido menino, que nunca teve uma personalidade imponente dentro do vestiário”.

Na primeira temporada no time catalão, Coutinho se aproveitou do vácuo de Neymar na ponta esquerda e de uma lesão de Dembelé. Em 22 partidas, o jogador marcou 10 gols e deu 5 assistências sendo uma peça importante nas conquistas do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei.

Nesta temporada, o técnico Ernesto Valverde começou a temporada mesclando entre Dembelé e Coutinho, o que fez cair o rendimento do jogador. Em 23 partidas, o brasileiro marcou cinco gols e deu quatro assistências.

Para o El País, a equipe catalã vive um dilema com a contratação mais cara da história do clube habitando com frequência o banco de reservas. Contra o Levante, pela Copa do Rei, Coutinho terá sua chance mais uma vez de mostrar o seu potencial.