<
>

Técnico do PSG se revolta após queda e sobra para Barcelona e Real: 'Não dão três pênaltis nem em 100 anos'

O Paris Saint-Germain foi eliminado pelo Guingamp nas quartas de final da Copa da Liga Francesa. A derrota por 2 a 1 para o lanterna do Campeonato Francês acabou com uma sequência de 44 vitórias em copas nacionais, mas o motivo da irritação do técnico Thomas Tuchel foi outro: a arbitragem.

Tuchel não se conformou com a marcação de três pênaltis na partida, todos contra o PSG. Para o treinador, isso jamais teria acontecido contra outros grandes do futebol europeu.

“Não apitariam três pênaltis em uma partida contra o Real Madrid, Barcelona ou Bayern nem em 100 anos. Nunca, é impossível. Não tem como entrar na área do Bayern de Munique e te marcarem três pênaltis. Mas hoje foi possível”, disse o treinador durante a coletiva.

Na conversa com o repórter do Canal+, após a partida, Tuchel reviu os lances e não se conformou com as marcações, reclamando também do responsável pelo VAR, que não reverteu o que foi assinalado em campo.

A maior reclamação foi sobre a segunda marcação, mas o comandante do PSG também não pareceu muito contente ao rever o lance do terceiro pênalti, anotado já nos acréscimos da partida.

“Não sei se foi uma derrota merecida. Tivemos muitas oportunidades de definir o jogo, e honestamente jogamos confiantes até demais. Por isso é duro perder esta partida. Com três pênaltis é um pouco estranho. Eles caíram na área três vezes e o árbitro marcou três pênaltis para o Guingamp”, afirmou.