<
>

Racismo entre jogadores: 'Tenho um jogador chorando no vestiário', revela treinador de clube espanhol

O técnico Luis Miguel Ramis, do Albacete, demonstrou revolta com uma atitude racista de um jogador do Granada na última sexta-feira (4), em jogo pela Série B da Espanha.

Sem revelar o insulto, Ramis disse que o francês Jéremie Bela, que é negro, foi ofendido por um adversário e que, por conta disso, chorava no vestiário, segundo o jornal espanhol Marca.

Ramis exigiu que o jogador adversário se desculpasse com Bela.

"Tem que sair (do vestiário) e pedir desculpas. Foi uma atitude muito feia, somos todos companheiros", disse.

"Não vou repetir o que ele disse, mas foi uma atitude racista", afirmou.

Diego Martínez, técnico do Granada, afirmou desconhecer a natureza do insulto, bem como seu autor.

"Não sei o que aconteceu, mas deixo claro que o Granada tem tolerância zero para racismo. Vamos avaliar o ocorrido", afirmou Martínez

TRAUMATISMO

Na mesma partida, em que o Albacete empatou em casa com o Granada, o atacante marroquino Ray Manaj, do time local, deixou o campo com traumatismo craniano.

O jogador se chocou com o zagueiro Germán, do Granada, e deixou o campo diretamente para o hospital, onde passou por exames e segue em observação.