<
>

Real Madrid: Isco agrava crise no clube após vaias, ofensas à própria torcida e polêmica com a faixa de capitão

O craque Isco não está vivendo uma das situações mais confortáveis no Real Madrid, onde é reserva.

Nesta quarta-feira, na derrota por 3 a 0 para o CSKA, pela Uefa Champions League, o jogador pode ter se complicado ainda mais.

Isco teruia recusado a braçadeira de capitão quando Marcelo, que foi substituído, lhe ofereceu. O jogador pediu para o brasileiro dar a faixa de capitão para Carvajal, como explicou o jogador.

Segundo o jornal Marca, Isco recusou a braçadeira porque tinha prometido para Carvajal que ele receberia a faixa no próximo jogo dos merengues. O meia que foi capitão no jogo contra o Melilla pela Taça do Rei disse para o lateral-direito que ele receberia a braçadeira na próxima partida.

Ainda de acordo com a publicação, o motivo é porque existe uma linha hierárquica no Real. Sergio Ramos, Marcelo, Benzema, Varane, Nacho e Modric estão à frente de Isco na sucessão como capitão dos merengues, seguido pelo nome de Carvajal.

A diferença entre os dois é por uma questão de tempo no clube: enquanto o médio foi apresentado no dia 3 de julho de 2013, o lateral foi a 5 de julho, dois dias depois. E por esse motivo, Isco disse que em uma próxima partida seria Carvajal que receberia a braçadeira, caso nenhum dos outros capitães estivesse em campo.

Isco ainda foi vaiado pela torcida em pelo menos dois momentos quando errou lances considerados fáceis para um jogador da sua categoria.

Apesar da derrota, o Real Madrid se classificou para as oitavas de final da Liga dos Campeões em primeiro do Grupo G.