<
>

Chelsea tira invencibilidade e liderança do Manchester City na Premier League

Sem contar com Sergio Agüero, ainda com problemas musculares, artilheiro do time na Premier League, o Manchester City foi até o Stamford Bridge e voltou sem a invencibilidade e a liderança.

Depois de 21 jogos sem saber o que era perder no Campeonato Inglês, o time de Guardiola não aproveitou o controle do primeiro tempo e viu o Chelsea fazer a festa de sua torcida, vencendo por 2 a 0, com gols de Kanté e David Luiz.

O resultado agita a Premier League, que agora tem a liderança do Liverpool, único invicto com 42 pontos, seguido pelo Manchester City, com 41. O Chelsea, que acabou com uma sequência de três derrotas seguidas para o rival de Manchester, sobe para a terceira posição, empatando com o Arsenal com 34 pontos cada.

Não fosse um lance aos 44 minutos, daria para dizer que o primeiro tempo foi todo do Manchester City.

Isso por que a equipe de Guardiola ficava com a bola nos pés quase todo o tempo e conseguia evitar a forte marcação com toques rápidos, levando perigo ao gol defendido por Kepa.

As melhores chances aconteceram quase em sequência, primeiro com Mahrez lançando Sané, que acabou abafado pelo goleiro do Chelsea aos 31 minutos. Depois, aos 32, foi a vez de Sterling fazer grande jogada e rolar para trás, de novo para Sané, que teve a finalização desviada por Azpilicueta.

Mas foi aos 44 que a rede balançou. David Luiz fez um belo lançamento para Pedro, que também mostrou visão para virar o jogo em busca de Willian. O meia brasileiro cruzou, a bola passou por Alonso e Hazard antes de sobrar para Kanté bater sem chance para Ederson.

Era o primeiro gol do francês em quase quatro meses – havia marcado na estreia do Chelsea na Premier League – e uma promessa de um segundo tempo de muita emoção.

Pois foi o Chelsea quem voltou atacando e quase ampliando a vantagem nos primeiros minutos. Aos 3 foi uma cobrança de falta de Willian que obrigou Ederson a se esticar e, dois minutos depois, Laporte conseguiu bloquear a finalização de Pedro.

O Manchester City voltou a pressionar para tentar manter a invencibilidade. Gabriel Jesus entrou no lugar de Sané, mas o Chelsea se segurava, marcava em cima, conseguindo segurar as investidas do rival e ainda lembrando aquele velho Chelsea.

Além de saber se segurar, o Chelsea voltou a aproveitar. Aos 33, em cobrança de escanteio, David Luiz pediu para Hazard aguardar um melhor posicionamento, foi até a primeira trave e subiu mais que a marcação para desviar e mandar a bola para a rede.

Se Kanté não comemorava desde a estreia dos Blues na Premier League, o defensor brasileiro não fazia um gol desde a estreia da temporada anterior, no dia 12 de agosto de 2017.

O Manchester City tentou uma pressão nos instantes finais, inclusive com Jesus parando nas mãos de Kepa, mas a noite era de Kanté e David Luiz, artilheiros que desencantaram no momento certo, colocando fogo no campeonato.