<
>

Grêmio: por faltas, Renato Gaúcho terá que ser reprovado em curso da CBF, diz jornal

play
Renato Gaúcho não quer abrir mão das férias por curso da CBF e adianta: 'Vou estar todo dia na praia' (2:48)

O treinador do Grêmio, que 'matou aula' nos últimos dias, ainda disse: 'Talvez eu morra e não faça todas as aulas' (2:48)

De acordo com matéria da Folha de S. Paulo, Renato Gaúcho deverá ser reprovado no curso de Licença PRO para treinadores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e pode até complicar o Grêmio na próxima temporada.

O jornal obteve o regulamento do curso, que diz que o aluno tem que ter 100% de frequência nas aulas para ser aprovado, algo que o comandante gremista não conseguirá, pois estará presente no máximo em três dos 12 dias de atividades. De férias, ele faltou nos primeiros dias e foi para a praia no Rio de Janeiro.

"Estou aqui, foi o trato que eu fiz com as pessoas da CBF, vou ficar umas duas horas hoje (sexta) e volto na próxima quinta-feira da semana que vem (13/dez) para mais duas horas, talvez eu venha um ou outro dia. Talvez. Para vocês não falarem que 'o Renato está faltando de novo'. Vocês não sabiam o trato que eu fiz com a CBF", falou o treinador.

A Folha diz que a entidade negou em nota um possível acordo com o técnico e afirmou que "todos os alunos têm que cumprir as mesmas exigências". A graduação será obrigatória para profissionais comandarem equipes na Série A do Campeonato Brasileiro de 2019.

Questionada pelo jornal se o treinador poderia ficar sem trabalhar no próximo ano, a CBF disse que os clubes e os profissionais "são conhecedores das exigências previstas nas normas do projeto de licenciamento".

Dos quatro módulos do curso, Renato não tem nenhum.