<
>

Despedida de Falcão tem árbitro machucado e é interrompida para esperar substituto no trânsito

O cenário estava montado para uma grande festa. Uma final de campeonato, disputada entre Corinthians e Sorocaba com direito ao último jogo como atleta profissional do maior jogador de futsal de todos os tempos.

Porém, com menos de dois minutos de jogo, aconteceu algo inesperado na despedida de Falcão. Douglas, do time alvinegro, caiu sobre a perna do árbitro Emerson Fernandes Rorato, que se lesionou e não teve condição de seguir na partida.

A situação causou surpresa nos protagonistas do jogo. Falcão, com mais de 20 anos de carreira, garantiu ser a primeira vez que passa por algo assim. "

A gente cobra tanto profissionalismo e não tem um árbitro reserva. Contusão do árbitro foi a primeira vez", disse, oferecendo uma "solução": "Vamos esperar. Nós e a torcida não podemos ficar para sempre aqui. Me coloca para apitar, eu apito também", brincou ele.

A organização do torneio trabalhou com a possibilidade até mesmo de uma pessoa da arquibancada assumir o apito, mas os clubes descartaram. As equipes também preferiram aguardar um novo juiz chegar ao Ginásio Wlamir Marques, na Zona Leste de São Paulo, para o jogo seguir.

"Eu trabalho faz 40 anos no futsal e nunca vi um evento como esse não ter um árbitro reserva. Isso é uma esculhambação. Vamos esperar chegar um novo árbitro. Não vamos pegar ninguém da arquibancada. Aqui só tem torcedor do Corinthians", declarou Reinaldo Simões, dirigente do Sorocaba.

O jogo entre Corinthians e Sorocaba decide o campeão da Liga Paulista de Futsal. No duelo de ida, na última semana, o alvinegro venceu por 7 a 3 fora de casa e precisa apenas de um empate para erguer a taça. Ao time interiorano, é necessária uma vitória no tempo normal e também na prorrogação para ser campeão.