<
>

Premier League: confira como estão todos os brasileiros que disputam a competição

A Terra da Rainha, outrora palco de parcos brasileiros, hoje vive uma realidade bem diferente. Afinal, a Premier League tem brasileiros assumindo papeis de protagonismo nesta temporada.

Ao todo, são 22 brasileiros atuando na primeira divisão do Campeonato Inglês. Veja abaixo quem são e seus desempenhos que animam os torcedores pelo país:

Goleiros

Alisson é o goleiro com mais clean sheets (partidas sem sofrer gols) em 2018-19, com nove. Além disso, é um dos responsáveis pelo fato de o Liverpool ter a defesa menos vazada da competição após 15 rodadas, com apenas cinco gols sofridos. Contratado nesta temporada por 62,5 milhões de euros, o atleta titular da seleção brasileira até cometeu algumas falhas, mas tem total confiança do técnico Jürgen Klopp.

Ederson é outro goleiro brasileiro que tem brilhado na Premier League. Com oito clean sheets, tem grande participação para que o líder Manchester City tenha sofrido somente sete gols. Contratado na temporada passada, o reserva de Alisson na seleção brasileira foi um pedido do técnico Pep Guardiola.

O outro goleiro brasileiro no Inglês é Gomes, que hoje é reserva no Watford, mas foi titular por muitos anos e é um ídolo da torcida.

Defensores

Desde o meio de 2017 no City, Danilo é uma peça importante no elenco de Guardiola, e tem em sua versatilidade uma de suas principais virtudes. Titular do Brasil para a última Copa do Mundo, ele tem atuado pouco na atual campanha por conta de lesões.

Já David Luiz recuperou espaço e destaque no Chelsea sob o comando de Maurizio Sarri. Após atritos com o técnico Antonio Conte e ter sofrido com contusões em 2017-18, o zagueiro ídolo dos Blues está em alta novamente. No banco aparece o lateral esquerdo Emerson Palmieri, que foi contratado por 20 milhões de euros em janeiro – vale mencionar que ele defende a seleção italiana.

No Brighton, Bernardo vai ganhando espaço aos poucos. Depois de uma boa passagem pelo Leipzig, o versátil atleta (joga em todas as posições da defesa) foi titular nas últimas três partidas do Brighton - em todas como lateral esquerdo. Até então, só havia jogado duas vezes na Premier League.

Meio-campistas

Fernandinho é um dos pilares do time de Guardiola, tendo participado de todos os jogos do City na temporada até o momento - exceto pelos dois confrontos na Copa da Liga Inglesa, em que formações alternativas foram utilizadas. Oitavo em toques na bola (1325) e sexto em passes completos (994) na Premier League, ele já vestiu a braçadeira de capitão em quatro oportunidades em 2018-19.

Velho conhecido de Maurizio Sarri nos tempos de Napoli, Jorginho está repetindo o sucesso da dupla no Chelsea. O volante, que defende a seleção italiana, tem encantado a Inglaterra e é o atleta que mais tocou na bola no campeonato (1454) e o que mais passes certos deu (1205).

No Manchester United, Fred, contratado por 59 milhões de euros nesta temporada, começou como titular, mas não vingou, perdeu espaço e sequer atuou nas últimas quatro rodadas. A situação é parecida com a de Andreas Pereira, que retornou de empréstimo, foi titular nas duas primeiras jornadas, mas perdeu espaço e não tem nem sido relacionado para os jogos do Inglês.

Em situação oposta à de Fred, Fabinho não disputou um minuto sequer da Premier League pelo Liverpool após oito rodadas. No entanto, nos últimos seis jogos, o volante atuou os 90 minutos em quatro oportunidades. Ele chegou nesta temporada por 45 milhões de euros após brilhar no Monaco.

Felipe Anderson foi outro que chegou com pompa, após o West Ham ter desembolsado 38 milhões de euros para tirá-lo da Lazio e transformá-lo na contratação mais cara da história do clube. Com cinco gols, o meia tem sido peça importante na campanha de recuperação dos londrinos.

Ainda na capital inglesa, Willian é um dos pilares do Chelsea e soma dois gols e duas assistências nesta Premier League. Lucas Piazón está encostado e não entrou em campo pela competição.

No Tottenham, Lucas Moura ganhou enorme destaque, tendo sido inclusive eleito o melhor jogador da Premier League em agosto - principalmente por sua atuação de gala na vitória por 3 a 0 sobre o Manchester United, fora de casa. O brasileiro fez dois gols na ocasião. Ele aproveitou bem o período de ausência de Son Heung-min e só não disputou uma partida no Inglês.

Recém-chegado ao Everton, Bernard tem conquistado seu espaço e já virou titular, tendo atuado em todas as últimas 11 rodadas da liga nacional.

Por fim, Kenedy, emprestado pelo Chelsea ao Newcastle até o fim da temporada, é titular de sua equipe.

Atacantes

Roberto Firmino pode ter só quatro gols e duas assistências na Premier League, mas continua sendo uma peça fundamental no Liverpool e um dos principais nomes da liga.

Já Gabriel Jesus, que está há dois anos no City, já viveu dias melhores. Com só quatro partidas como titular e um gol marcado nesta Premier League, o atacante, todavia, segue como um nome importante no elenco.

Por falar em importância, Richarlison está voando baixo no Everton. Após ter brilhado no Watford na temporada passada e ter sido contratado por 39,20 milhões de euros, ele se firmou na seleção brasileira e soma sete gols na Premier League, três a menos do que o artilheiro Pierre-Emerick Aubameyang.

Por fim, Léo Bonatini é reserva no Wolverhampton, tendo atuado sete vezes nesta Premier League, todas saindo do banco.

Escalação

Em um exercício de imaginação, daria para montar um elenco bem forte para a disputa do Inglês só com brasileiros.

Alisson; Danilo, Bernardo, David Luiz e Emerson Palmieri; Fernandinho e Jorginho; Willian e Lucas Moura; Richarlison e Roberto Firmino

Banco: Ederson, Gomes, Fred, Fabinho, Andreas Pereira, Bernard, Kenedy, Lucas Piazon. Felipe Anderson, Gabriel Jesus e Leo Bonatini