<
>

Ídolo e segundo maior artilheiro da história do Grêmio, Tarciso 'Flecha Negra' morre aos 67 anos

721 jogos, 226 gols, campeão da Libertadores e do Mundial de 1983.

Tarciso "Flecha Negra", um dos maiores ídolos da história do Grêmio, faleceu na madrugada de terça para quarta-feira aos 67 anos de idade.

José Tarciso de Sousa lutava contra um tumor ósseo e estava internado no Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre, há alguns dias. A morte foi confirmada pelo Gabinete da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, onde ele exercia seu terceiro mandato consecutivo.

Mais tarde, o próprio Grêmio lamentou a perda em seu site oficial. O clube também divulgou que o velório acontecerá na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, às 8h desta quarta-feira. O sepultamento está marcado para 18h, no Cemitério Jardim da Paz.

Tarciso nasceu em São Geraldo, no interior de Minas Gerais, e começou sua carreira no América-RJ. Ele chegou ao Grêmio em 1973 e se tornou o jogador com mais partidas pelo clube (721). Ele também é o segundo maior artilheiro da história gremista - atrás apenas de Alcindo, o "Bugre".

O "Flecha Negra" defendeu o time tricolor até 1986. Neste período, venceu o Mundial e a Libertadores de 1983, o Brasileiro de 1981 e os estaduais de 1977, 1979, 1980, 1985 e 1986.

Depois de encerrar sua carreira, começou a trabalhar com projetos sociais através de sua escolinha. Começou sua carreira política em 2000 e foi eleito vereador pela primeira vez em 2008.