<
>

ESPN FC 100: Quem é o melhor zagueiro de 2018?

Para ser um grande zagueiro não basta ser alto ou ter muita força. Enquanto esses atributos ainda importam, é também necessário saber sair jogando e ser preciso nos desarmes.

Os melhores zagueiros unem tempo de reação e força com elegância, e sabem jogar sob pressão.


Vertonghen foi eleito o Melhor Jogador do Ano do Tottenham pelo desempenho em 2017-2018. E por um bom motivo. Ele é um jogador frio, astuto e versátil, com um pé esquerdo que parece um radar. Foi um golpe quando, em outubro, ele ficou de fora por dois meses com uma lesão no tendão. Vertonghen também jogou boa parte da Copa do Mundo na defesa da Bélgica, marcando o gol que deu início à virada improvável contra o Japão nas oitavas.


A maioria dos superpoderosos da Europa adoraria contar com Koulibaly, do Napoli, onde ele se firmou e tem sido um colosso nos últimos cinco anos, desde que foi contratado do Genk. Com 1,95 m, o jogador da seleção de Senegal é uma figura imponente com grande velocidade e recuperação, mas seu tempo de bola e técnica garantem que seus atributos se estendam muito além do físico. Um dramático gol da vitória contra a Juventus em abril foi um dos momentos da temporada da Serie A.


Seu ano no Milan não foi bem como o planejado, mas não importa: Bonucci está de volta à Juventus para retomar a parceria com Chiellini. Bonucci pode rivalizar com a dureza de seu companheiro de equipe, mas também tem uma qualidade ímpar com a bola para um zagueiro. Seu alcance de passe é de tirar o fôlego, como vimos com a bola precisa de 45 metros que lançou para Cristiano Ronaldo marcar contra o Manchester United em novembro.


Umtiti vai entrar nos livros de história como um dos homens que liderou a França até a final da Copa do Mundo, em julho. Foi apenas uma recompensa por uma série de performances cada vez mais confiantes; na última temporada, ele e Piqué conquistaram o título de LaLiga, sofrendo apenas 29 gols. Aos 25 anos, Umtiti é seis meses mais novo que Varane, seu companheiro de zaga na seleção da França. Com certeza, você não apostaria contra eles na Copa do Mundo do Qatar-2022.


Muito foco é dado a Piqué por seus interesses fora do campo, que incluem apoio a um referendo sobre a independência da Catalunha e apoio financeiro para um novo torneio internacional de tênis, mas suas façanhas pelo Barcelona continuam sendo dignas de manchetes. Ele continua sendo um elemento-chave na defesa e tem mais tempo para se concentrar em manter o título da La Liga agora que se aposentou da seleção.


Poucos defensores sentem tanto prazer em fazer o básico de sua arte quanto Chiellini. Relembre a vitória da Juventus na Champions League contra o Tottenham, em março, quando bloqueios e rebatidas em cima da linha foram comemorados quase com a mesma emoção de marcar um gol. Chiellini, 34 anos, conquistou sua 100ª convocação pela Itália em outubro, mas suas maiores conquistas foram em âmbito nacional, vencendo sete títulos consecutivos da Série A.


Van Dijk chegou ao Liverpool por uma atraente quantia de 75 milões de libras (R$ 331 milhões) em janeiro, um recorde mundial para um defensor e, particularmente, um valor que poderia ser considerado caro, já que ele vinha do modesto Southampton. Mas ele pode ter sido exatamente a peça que faltava no quebra-cabeças de Jurgen Klopp em Anfield, ancorando uma linha defensiva que melhorou muito, enquanto tem capacidade para iniciar as inúmeras jogadas de ataque com seus passes precisos. E ainda vai bem no jogo aéreo.


Quem você vai chamar se precisar do tipo de zagueiro que seja um guerreiro intransigente, esculpido em granito? Godín tem 32 anos e simboliza o sangue, a coragem e a absoluta excelência que percorreu o Atlético de Madrid de Diego Simeone por tantos anos. Esta é a sua nona temporada no clube, ele marcou o gol do título de LaLiga em 2014, e sua força mostra poucos sinais de desvanecimento. O tempo só faz bem ao uruguaio.


Teve algum jogador na Copa do Mundo melhor do que Varane? É difícil pensar em alguém que apresentou uma série de performances tão exemplares. Um zagueiro versátil, com ritmo, mobilidade e timing, Varane tem apenas 25 anos e pode consolidar seu status como um dos grandes nomes da próxima década. Ele já marcou seu currículo com quatro títulos da Champions League e duas conquistas de LaLiga.


Muitos o amam, alguns poucos o odeiam, mas todos têm uma relutante admiração por ele. Sergio Ramos mantém sua posição no topo depois de um ano em que se envolveu em polêmica com o lance que machucou o ombro de Mohamed Salah na final da Champions League. Não há mestre das artes obscuras mais treinado e, ao mesmo tempo, não há zagueiro mais corajoso e mais inspirador no planeta.


LEIA MAIS: Quem são os melhores do mundo em 2018? Discuta, concorde, discorde e divirta-se com o ESPN FC 100!