<
>

Milan sofre, mas deslancha na etapa final e vence o Dudelange por 5 a 2 na Liga Europa

play
Fantasy: monte toda semana um time de 8 jogadores com os melhores do futebol internacional (0:30)

Você pode montar seu time da Premier League, da LaLiga ou da Uefa Champions League (0:30)

Pela 5ª rodada da fase de grupos da Liga Europa, o Milan sofreu, mas deslanchou para vencer o Dudelang, de Luxemburgo, por 5 a 2, jogando no San Siro.

Após abrir o placar e levar virada incrível do adversário, os italianos impuseram seu ritmo na etapa final para marcar quatro tentos e confirmar os três pontos.

Com o triunfo, os donos da casa chegaram a 10 pontos no Grupo F. Na próxima rodada, basta um empate com o Olympiacos para garantir a vaga nas oitavas.

O jogo

O Milan começou o confronto com autoridade, pressionando o adversário em seu campo de defesa.

Apesar do domínio, a primeira finalização perigosa foi do Dudelange, aos 20. Sinani arriscou de fora e a bola passou por cima, quase um golaço.

Porém, um minuto depois, o gol dos donos da casa. Cutrone recebeu pelo lado esquerdo, girou na marcação e arrematou. Apesar do chute ruim, Bonnefoi levou um frangaço.

Com a vantagem no placar, o Milan passou a trocar passes, mas a equipe de Luxemburgo começou a gostar do jogo.

Aos 38, o gol histórico do Dudelange. Stolz aproveitou escanteio batido na área e mandou na gaveta de Reina, um golaço.

Já na etapa final, a surpresa. Logo aos quatro minutos disputados, Turpel recebeu pelo lado direito da área e bateu cruzado, sem chances para Reina.

Após o tento, Gattuso promoveu duas alterações, soltou o time, e a as mudanças logo surtiram efeito.

Aos 21, depois de cruzamento na área, Stélvio Cruz tentou cortar e mandou gol contra. Apenas três minutos mais tarde, o terceiro. Em boa troca de passes, Calhanoglu finalizou da entrada da área e mandou no canto para virar a favor dos donos da casa.

Na sequência, mais dois gols rápidos.

Primeiro, outro gol contra. Em cruzamento, Tom Schnell tentou cortar e mandou para o fundo do gol. Logo depois, Borini, que havia acabado de entrar, pegou sobra na pequena área e só empurrou para fazer o quinto e fechar o placar.