<
>

Football Leaks: Lovren, Kovacic e Tadic levaram dinheiro para Suíça para 'driblar' impostos na Inglaterra

O Football Leaks segue revelando a sujeira do futebol europeu, e, nesta terça-feira, foi a vez de dois jogadores da seleção da Croácia e um da Sérvia a serem "pegos" na teia.

Documentos vazados e publicados por veículos de imprensa do "Velho Continente" mostram que os croatas Mateo Kovacic e Dejan Lovren e o sérvio Dusan Tadic receberam pagamentos de direitos de imagem de suas equipes através da empresa Rasport Management AG, sediada na Suíça.

Isso foi feito para que o trio "driblasse" os altos impostos cobrados na Inglaterra, nos casos de Lovren e Tadic, e na Espanha, no caso de Kovacic.

A companhia suíça é de propriedade da família Mamic, acusada de vários crimes financeiros na Croácia envolvendo transferências de jogadores do Dínamo Zagreb para clubes do exterior - o patriarca Zdravko Mamic, por exemplo, foi condenado em 2015 a seis anos e meio de prisão, mas se refugiou na Bósnia-Herzegovina antes de ser detido.

A Rasport Management AG é sediada no vilarejo de Apnach, que tem apenas 6 mil habitantes. A localidade fica no Cantão de Obwalden, que possui uma das menores taxas de impostos de toda a Europa.

Veja caso a caso:

MATEO KOVACIC

Kovacic assinou em 2015 com o Real Madrid por um salário de 5,5 milhões de euros por temporada, mais um adicional de 15% em direitos de imagem.

Esses direitos de imagem foram recebidos através da Rasport Management AG, na Suíça, fugindo da tributação espanhola - o que já fez jogadores como Luka Modric e Cristiano Ronaldo serem punidos pelo Fisco do país por evasão fiscal.

Após as autoridades espanholas começaram investigações sobre a prática, o Real mudou sua política e desfez o acordo entre Kovacic e a empresa suíça. O croata, portanto, ficou em situação ilegal por uma temporada.

Por isso, do 1 milhão de euros recebidos em direitos de imagem, Kovacic, que hoje atua pelo Chelsea, deveria ter retornado 428 mil euros em impostos, o que não foi feito.

DEJAN LOVREN

Lovren, que recentemente ganhou as manchetes pelo mundo devido às suas rusgas com a seleção da Espanha e o zagueiro Sergio Ramos, executou esquema semelhante ao de Kovacic tanto em seu tempo no Southampton como agora, no Liverpool.

Segundo os cálculos do Football Leaks, o defensor dos Reds recebeu 2,7 milhões de euros através da Rasport Management AG, e deveria ter retornado 1,4 milhão de euros em impostos, mas não o fez.

No entanto, ele ainda não foi punido pelas autoridades inglesas.

DUSAN TADIC

Em um caso idêntico ao de Lovren, o meia-atacante, que defendeu o Southampton por quatro anos e hoje está no Ajax, também recebeu seus direitos de imagem pela Rasport Management AG nos tempos em que atuou na Inglaterra, escapando dos impostos britânicos.

O cálculo é que ele teve ingresso de 800 mil euros dessa forma, e deveria ter pago 400 mil euros em impostos na Inglaterra, o que não foi feito.

Assim como Lovren, ele ainda não sofreu qualquer sanção.