<
>

Crise da Alemanha é 'tudo culpa de Guardiola', diz ex-atleta da seleção: 'Nos enganou'

A Alemanha, algoz da seleção brasileira no inesquecível 7 a 1 de 2014, está em profunda crise. Após cair na primeira fase da Copa do Mundo de 2018, ela fez ainda mais feio na Liga das Nações, a nova competição disputada pelas equipes europeias. Mesmo sem entrar em campo pelo torneio, acabou rebaixada à Série B.

A ‘degola’ foi confirmada com a vitória da Holanda por 2 a 0 sobre a França. Assim, os alemães chegam à última rodada não só sem chances de se classificar como também com o rebaixamento decretado.

Foram três jogos no torneio até aqui, com um empate e duas derrotas.

Para Hans Peter Briegel, ex-jogador da seleção alemã, o culpado dos fracassos da equipe comandada por Joachim Low é Pep Guardiola.

"É culpa dele, ele nos traiu dizendo que ter 75% de posse era o suficiente para ganhar, mas não é. No futebol o resultado é muito mais importante do que o controle do jogo. Controlar a bola não é suficiente para vencer. A França deu uma clara demonstração quando foi campeã mundial ", disse Briegel, ao jornal italiano La Repubblica.

"Você pode ganhar mesmo voltando a uma forma mais tradicional de jogar. O mais importante não é o bom jogo, é ter equilíbrio em campo", acrescentou o alemão.

Briegel também assegurou que a Alemanha passa por uma "crise transitória" e que deverá se recuperar no futuro.