<
>

Sérvio ganha R$ 1,6 milhão por jogo no Liverpool, mas não pisa em Anfield Road há quase quatro anos

play
Faltam 16 dias para o Bola de Prata: Júnior tem cinco troféus e já foi Bola de Ouro uma vez (0:45)

Prêmio Bola de Prata SportingBet acontecerá no dia 3 de dezembro, a partir das 12h30 (de Brasília) (0:45)

Lazar Markovic foi contratado pelo Liverpool por 20 milhões de euros. Porém, pisou em Anfield pela última vez há 1295 dias.

Na ocasião, Raheem Sterling estreou, Steven Gerrard deixou o seu, e os Reds superaram o Queens Park Rangers com Markovic atuando nos seis minutos finais.

No entanto, após mais de três anos, o sérvio ainda tem vínculo com a equipe inglesa. Aos 24 anos, está cumprindo seu último ano de contrato, assinado em julho de 2014.

Num negócio complexo com o Benfica, os Reds compraram 50% do passe do jogador, com a outra metade pertencendo a um fundo de investimentos.

Lazar, na época, assinou um contrato descrito como de "longo prazo". Agora, são oito meses restantes com um salário de 215 mil reais por semana.

No decorrer do vínculo, a equipe inglesa já pagou cerca de 54 milhões de reais para o jogador, o que significa algo em torno de 1,6 milhões por partida do time.

Após ser emprestado para Fenerbahce, Sporting e Hull City, o Anderlecht foi a equipe que mais se aproximou de ficar com o atleta em definitivo. O que ocorre é que, por não concordar com alguns termos pessoais, o acordo não evoluiu.

Hein Vanhaezebrouck, treinador do time belga, comentou a situação.

"O nosso presidente fez de tudo para convencer o Markovic. Eles quase fizeram uma loucura para contar com o jogador, mas não foi o suficiente. É culpa dele que o negócio tenha passado”.

O jogador de 24 anos de idade, agora ‘banido’ para a equipe sub-23 do Liverpool, foi elogiado pelo comandante de sua atual categoria, Neil Critchley, em entrevista ao jornal inglês ECHO.

"Lazar vem treinando conosco há um tempo, e eu tenho que dizer: ele tem sido brilhante de trabalhar".

"Nós gostamos de tê-lo por perto e ele tem sido ótimo com os jovens. Não sabemos quanto tempo ele estará conosco. Eventualmente, tenho certeza que sua carreira seguirá um caminho diferente, mas enquanto ele estiver aqui, queremos que todos se beneficiem”, completou o técnico.

Markovic viveu uma vida solitária durante a maior parte dos últimos três anos. Com Klopp liderando seus comandados à final da Uefa Champions League e com boas campanhas na Premier League, o jogador ficou excluído do grupo principal.

Agora, ainda muito novo, resta ao sérvio apagar um passado ruim e corresponder à expectativa criada em seu início no futebol.