<
>

Mourinho provoca torcida da Juventus, se arrepende, mas diz: 'Xingaram a mim e minha família por 90 minutos'

Ele pode não ser mais o treinador que encantou o mundo na última década, ajudando a transformar o Chelsea em um dos times mais fortes do mundo e ganhando a Uefa Champions League com Porto e Inter de Milão, mas José Mourinho continua sendo um dos grandes personagens do futebol mundial. Nesta quarta-feira, após a virada do Manchester United para cima da poderosa Juventus em Turim, em jogo válido pela competição europeia, o português não perdeu a oportunidade e provocou bastante a torcida do time italiano, que perdeu seu primeiro jogo na temporada.

Logo após o apito final, e com a vitória do time inglês, depois de estar perdendo até os 41 minutos do segundo tempo, Mourinho entrou no campo e, olhando para os torcedores da Juventus, colocou a mão na orelha e fez uma careta, em uma atitude de quem estivesse querendo ouvir os gritos dos italianos, que ficaram em silêncio após os gols do United.

A imagem rapidamente repercutiu e o técnico já foi questionado sobre o ato na entrevista coletiva e, ao explicar o que fez, mostrou certo arrependimento de sua atitude:

"Não ofendi ninguém. Só queria escutar eles gritando mais alto. Eles xingaram a mim, minha família e até minha família da Inter por 90 minutos. No final do jogo acabei fazendo aquele gesto, mas se pudesse voltar atrás, não faria de novo".

Apesar da polêmica, a atitude parece ter sido um desabafo do treinador, que está sendo bastante cobrado no Manchester United e, nos últimos tempos, sua demissão foi cogitada pela imprensa inglesa por causa de um início de temporada abaixo do esperado.